Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Página 6 de 27 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 16 ... 27  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Aleleeh em Ter Maio 27, 2014 10:18 pm

Observo eles se aproximando. "Os cabelos da loirinha cheiram bem... e aquela moça é tão bonita... eu conheço aquele homem esguio... de algum lugar..."

Tento mexer primeiro as mãos. Por sorte, ainda sentia o corpo, mas mexer era difícil. Com um olho semi-cerrado e o outro tentando focalizar o grupo, fico a observá-los enquanto abro a boca deixando escapar um murmúrio de dor. Aquilo era pior que as "dores femininas" que vinham nos assolar a cada mês. Então, penso em arriscar falar, mas a língua parece embolar:

- Vocês... ajudem... ele... destruíram... o céu... ajudem... Pixie, pixie... Cornelius... onde estou? Seriam de... deuses? Eu... esse é o... fim?


"Dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários." C. S. Lewis






Audrey / Elizabeth / Liesel /
Chamado
Aly
avatar
Aleleeh
Iniciante

Data de inscrição : 22/12/2012
Idade : 21
Localização : São Paulo - Caern de Sampa
Emprego/lazer : Pseudo-artista

O que sou
Raça: Humana
Classe: Bruxa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Pedro Oliveira em Ter Maio 27, 2014 10:38 pm

- Nesse momento não tenho cabeça para cartas soldado. Podem continuar a jogar. * Dá um tapinha nas costas do soldado ao sair *

-Acho que vou descansar um pouco. *Fala para si, enquanto dá um longo bocejo de cansaço e se dirige para sua cabine, dormir até a chegada em terra*
avatar
Pedro Oliveira
Iniciante

Data de inscrição : 28/10/2011
Idade : 20
Localização : Recife

O que sou
Raça: Elfo
Classe: Ranger

http://heavenempire.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Laily Aflen em Qua Maio 28, 2014 5:56 am

- É "ele" - Digo me referindo ao tigre. Tentava absorver toda a informação possível, mas estava perplexa demais. Tudo parecia muito fantasioso e surreal.

Quando chegávamos perto do local e o cheiro de queimado era forte, apenas acelerei o passo, deparando-me com aquela máquina estranha e os corpos ao lado.

A confirmação dá menina veio logo após e agora tudo parecia real demais. O choque da realidade me paralizou um pouco, deixando-me sem reação. Quando volto a mim, passo por Ez, sussurrando ao seu ouvido "Sabe o que fazer"

sigo em direção aos dois, e sento atrás de suas cabeças colocando a mão em cada um. A ruiva parecia delirar, falando coisas estranha. Apenas fecho os olhos concentrando-me para tentar curar os dois de uma vez.



(Stein, role pra mim os dados, para os dois, porfavor)
avatar
Laily Aflen
Iniciante

Data de inscrição : 11/03/2014
Idade : 26
Localização : Jundiaí - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Stein em Qua Maio 28, 2014 7:51 am

Gwen se utiliza de todas as suas bênçãos diárias de cura, produzindo uma luz curativa fortíssima, que envolve o corpo da ruiva e do oriental, da cabeça aos pés.
[Esgotou suas magias de nível 1]
------------------
Subitamente, Audrey e Dakato abrem os olhos, respirando profundamente o ar que antes fazia doer seus pulmões. A dor em seus corpos era agora mais cansaço que ferimento, apesar alguna cortes ainda estarem aparentes, e eles começam a assimilar a realidade ao redor, quando notam que estão numa floresta. O primeiro pensamento é "onde diabos nós estamos?".
----------------

Thomas deixa as risada no refeitório, dirigindo-se até seus aposentos. No caminho, uma porta aberta deixa uma conversa alheia chegar aos seus ouvidos.
"Nós vamos ficar ricos com tudo isso!"
"Isso se ninguém suspeitar ou começar a dar chilique."
 "Ninguém vai dar chilique. Estamos protegendo a cidade, idiota. Ao menos é isso eles vão pensar"
Risos dos três.
" E se esses macacos de Elyin tentarem peitar a gente é só tiro, porrada e bomba, nego!"
"É...mas e se o capitão der chilique? E se ele vir com aquele papinho honrado e fingir que não sabe a real intenção do Conselho?"
" Ele deve saber...ninguém aqui é santo, nego, principalmente o alto escalão"
"É, ele sabe que estamos atrás das pedras"
Silêncio.
"Somos em cinco mil numa missão que pode gerar rebelião, meus amigos. Se nosso querido capitão resolver que é mocinha demais pra estraçalhar a Malha de Ferro e pegar alguma arcaninas desses pobretões de Elyin...ora...a gente faz um novo capitão, certo?"
Gargalhadas gerais.

Nesse momento, o capitão Thomas se recorda que há uma lista de prioridades da missão, que lhe fora entregue no dia da partida. Lá, haviam notas sobre a construção de extratores de arcanina e estudo biológico do povo local. A ajuda para o povo parecia a última prioridade da lista, e seus soldados pareciam saber bem disso.
Subitamente, enquanto imergia em pensamentos em seu quarto, Thomas sente que o zepelin pousou. Ele também sentia que sabia demais e compreendia de menos...mas uma certeza assombrava sua mente: a batalha que ocorrera em Arsin havia beneficiado o Conselho de muitas formas. Desde que eles não se importassem  os mortos.
- Hora de desembarcar, capitão - disse Daniel, surgindo à porta do quarto. - Temos um dever a cumprir - ele sorri, desaparecendo pelo corredor.



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 27
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por isaac-sky em Qua Maio 28, 2014 8:41 am

Sinto-me um pouco mais reconfortado ao encontrar meu antigo equipamento. Estava determinado a encontrar minha filha.

Olho para a destruição e morte causada pelo ato de ontem.
"Não faz sentido...a bomba era muito pequena pra tudo isso..." sinto-me usado, como um peão de xadrez muito mal movido.

Vou até o portão indicado por Desmonde e aguardo sentado, com a expressão neutra.




Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 24
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Stein em Qua Maio 28, 2014 10:55 am

Bônus:
Thomas ouve um dos bardos cantar no refeitório, numa batida estranha de seus alaúdes e batuques:

Desejo a todo cão da Malha vida longa
Pra que eles vejam que em Elyin a vida é uma bosta
Mexeu com a FASE é só tiro, magia e bomba
Aqui pipoco de arcanina explode até android

Acredito em Nero e faço dele meu escudo
Vem pra Arsin que de Elyin eu não te escuto
Aqui do Conselho quase não dá pra te ver
Prepara tua cara que a porrada vai comer

Não sou covarde, tenho robô de combate
Aceita o bonde e deixa de recalque
O meu sensor de gente fraca explodiu
Pega sua magia e vai pra...

Beijinho no drone pra minha nave voar longe
Beijinho no drone porque a Malha é um bando de virjão
Beijinho no drone só quem fecha com o bonde
Beijinho no drone que o Conselho é boladão (x2)


Beijinho no drone, by Exército Bolado de Arsin.



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 27
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por arcanjosna em Qua Maio 28, 2014 12:37 pm

*acordo. Respiro fundo. Uma... duas... três vezes. Me sento.

- Onde estou? Isso foi magia de cura? - olho a bela moça de pouca roupa à minha frente - um tigre... uma "índia "... magia de cura... você é uma serva da natureza correto? - estendo a mäo e caso ela aceite o aperto meu nariz começa a sangrar.*


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

quero que o red bull vá à falência eterna e que assim seja sobre os seus filhos e os filhos dos seus filhos... aaaaaaaaláaaaaaaahhhhhhhhhh... #brinks
avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 27
Localização : Paulista - PE (o lugar que é tão atrasado que o arco-íris ainda é em preto e branco!!!)
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Aleleeh em Qua Maio 28, 2014 1:10 pm

Penso que uma deusa colocou as mãos em minha testa, me deitando em seu colo. Seu cheiro é doce e natural. As mãos encostam no meu corpo e o frio que ia se instalando passa, com um calor aconchegante.
Isso me faz lembrar de quando estive doente e uma das amas de leite me deitaram na grande cama da mansão e me desceram goela à baixo um xarope muito gelado. Fiquei acamada, mas depois, por algum milagre, continuei viva. O xarope não surtia mais efeito e eu teria morrido... mas Eli me poupou de morrer ainda criança, o que não era tão incomum naqueles tempos. Era a doença do novo século e a ela, chamavam de Peste do Sono e levava quem a tivesse até a morte em menos de uma semana.
Agora, eu havia sentido meu corpo quase dormente, a visão turva, como se todos os ossos estivessem fora do lugar. Era como ter voltado para os meus 8 anos de idade, vendo vultos e dormindo há qualquer instante enquanto perdia os movimentos do corpo.

Mas, eu havia sido poupada. Costumam dizer que gatos possuem 7 vidas. Eu ainda tinha cinco, segundo as minhas contas. Deveria ser mais cautelosa...

Minha mente que se enevoava, volta ao normal. A dor lancinante passa, restando apenas um cansaço e um pequeno estresse nos ombros.
Arqueio o corpo para frente, me colocando sentada, ainda encostada em algo que não sei se é couro intacto mais. Observo as três pessoas que eu pensara ter visto em sonhos delirantes à beira da morte. A menininha parece agitada e um tigre circula, parece fazer uma ronda em volta dos três. O oriental que me seguira desde o Caldeirão Furado estava ali, tentando ser cordial com a moça dos cabelos longos e lisos.

- Então... onde estamos? E... quem seriam... vocês?


"Dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários." C. S. Lewis






Audrey / Elizabeth / Liesel /
Chamado
Aly
avatar
Aleleeh
Iniciante

Data de inscrição : 22/12/2012
Idade : 21
Localização : São Paulo - Caern de Sampa
Emprego/lazer : Pseudo-artista

O que sou
Raça: Humana
Classe: Bruxa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Stein em Qua Maio 28, 2014 2:15 pm

A tarde vai caindo sobre a floresta, e o grupo percebe que deve ser por volta de meio-dia. Todos sentem fome, principalmente Audrey e Dakato.
Atento, Ezreal percebe que os três zepelins pousaram na cidade.
Gwen por algum motivo, sente o coração mais leve. Porém, o fato de tudo aquilo ser extremamente estranho não mudava. E o que diabos era aquele pássaro de metal? E porquê as roupas daquelas pessoas eram tão...diferentes?
--------------------------
Desmond e N observam enquanto os zepelins pousam na cidade. Os veículos são imensos, com suas estruturas de ferro e couro, movidos a gás e arcanina. Os dirigíveis pousam na estação da FASE, um enorme pátio de concreto que abrigava os veículos de operação.
Desmond sabia que era hora de receber seus "convidados".
----------------------------------

O veículo de Thomas pousa com suavidade, e os soldados começam a desembarcar. Sua carta dizia que ele deveria procurar pelo líder de operações da FASE, Desmond, e uma pequena foto fora anexada para ajudar na identificação.
As dúvidas de Thomas se mesclavam ao nervosismo, mas ele devia manter a calma. O Capitão poderia estar rodeado de aliados ali, mas um passo em falso e ele podia ser descartado como se fosse nada. A questão era se ele teria coragem para entender a situação e seguir um caminho perigoso...ou se receberia de bom grado as honrarias por fazer parte daquela missão, que mais parecia uma exploração que auxílio altruísta.
-----------------------------

Sanna vê os veículos militares pousarem na base da FASE. Aquilo não lhe cheirava nada bem...
- Era sobre isso que eu falava - disse Todd. - Isso tudo é encrenca, Sanna. Belara está na ala hospitalar, no acampamento da FASE...elas nos disse que não foi um de nós que provocou o combate em Arsin...foi armação. O Conselho fez alguma coisa para simular um ataque da FASE e convencer o velho StoneRage a permitir que a FASE nos cace e insira tecnologia na cidade. O que devemos fazer, Sanna? O povo tá assustado...a gente sabe o que o pessoal da FASE é capaz de fazer...a Malha tem que reagir se acontecer alguma coisa. Tenho homens preparados para seguir qualquer ordem sua... - ele faz uma pausa, como se medisse as palavras - Será que Desmond vai permitir isso, Sanna?



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 27
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por isaac-sky em Qua Maio 28, 2014 3:12 pm

Fico sentado, longe da atenção dos soldados, conforme Desmonde havia me indicado.

Observo e tento escutar cada palavra dos novos reforços da Fase.

"Quem será que está envolvido na conspiração? Quem será que é inocente?" penso.




Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 24
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Yoru em Qua Maio 28, 2014 3:22 pm

– Devo ir – Tornou a olhar para N. – É um mistério o que devo esperar do conselho, mas estou confiante. Vamos sair hoje de todo modo, preparados para acampar fora – Virava as costas para tomar o caminho oposto. – Vai. Geralmente não ficamos perambulando por aí, quando todas as equipes estão atarefadas. Portão B2.
Esse foi o final da conversa, quando notaram o desembarque.

Tomou o caminho da sala de reuniões escolhida. Sabia que precisaria somente de uma pauta com os líderes, ninguém ali ficava de rodeios políticos.
Estaria adiantado já que acabaram de chegar e necessitavam se situar. Possivelmente, formariam suas próprias tendas num campo vazio da base. Liberou alguns pátios longe de áreas ocupadas na ala hospitalar.
avatar
Yoru
Iniciante

Data de inscrição : 05/05/2012
Idade : 24
Localização : São Vicente
Emprego/lazer : Programador de Sistemas/Aspirações: Literatura, Arte e Games

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ladino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Laily Aflen em Qua Maio 28, 2014 10:13 pm

Quando a luz cessa, sinto que junto com ela, parte de minha energia se esvai. Havia abusado, usando muitas magias em um curto período sem repouso. Vejo-os se recuperarem e sentarem-se, com tantas duvidas quanto eu.

Franzo a testa observando o gesto do homem de olhos puxados e levanto sozinha, um pouco bruscamente demais, o que faz minhas pernas bambalearem alguns passos para trás, mas fico firme.

- Primeiro nos digam quem são vocês?.... E o que realmente esta acontecendo?...Por que aqueles homens perseguiam a garota e o que encrenca acabamos de nos meter? - Digo ríspida, demonstrando que não estava ali pra fazer amizades e sim obter respostas do que havia me envolvido. Olho de relance o céu escurecendo, precisava de respostas rápidas e sair dali o mais breve possível, já que se estava numa enroscada, onde o grupo era a caça, devíamos nos proteger de quem quer que fosse o caçador.
avatar
Laily Aflen
Iniciante

Data de inscrição : 11/03/2014
Idade : 26
Localização : Jundiaí - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por lgsscout em Qua Maio 28, 2014 10:56 pm

Chego por trás de Gwen e passo o braço por sua cintura, tocando levemente seu corpo. "Acho melhor responderem ela... Vocês estão em encrenca... e não tem muitas opções." Coloco a outra mão no ombro de Gwen e apóio meu queixo em cima. "Além do mais, não temos muito tempo. Que acham de abrir logo o bico e desembuchar? Ou vão preferir o meio difícil?"





Quadra já foi... agora é rumo ao Penta

avatar
lgsscout
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 28
Localização : Stormreach - Xen'drik

O que sou
Raça: Humano
Classe: Mago

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Pedro Oliveira em Qui Maio 29, 2014 8:22 am

Thomas espera todos da nave descerem e encaminha suavemente para o quarto dos homens que ouviu conversarem, e procura alguma coisa suspeita, tomando todo o cuidado para ser silencioso.
avatar
Pedro Oliveira
Iniciante

Data de inscrição : 28/10/2011
Idade : 20
Localização : Recife

O que sou
Raça: Elfo
Classe: Ranger

http://heavenempire.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por arcanjosna em Qui Maio 29, 2014 12:16 pm

*me ergo pensativo, e beeem devagar. é notório que o loiro está com ciúmes da índia, e marcando o território.

De certa forma, aquilo me divertia. É a emoção mais forte que tive depois de 5 anos de academia, e depois das dores passarem, até que parecia legal*

- Me chamo Dakato Tachibana. Sou de arsin, estudante de magia da Academia Camaelita. Estou... quer dizer, agora acho que estAva cursando minha especialização em magia evocatória...

*acabei de lembrar que depois de disparar dentro da cidade, e sair voando num veículo não autorizado... se fui visto por alguém, minha carreira acadêmica foi por água abaixo...*

- A moça aqui se chama... ãã... A... Aud... você chegou a se apresentar bela dama?

- Se querem explicações, acho melhor nos matarem de vez, porque sabemos tanto quanto vocês. Um monte de NADA!!! Num momento estávamos discutindo sobre um ítem que ambos queríamos no mercado, no outro estávamos no laboratório do professor dela, e de repente entra um regimento inteiro atirando, querendo matar a todos os presentes!!! Então o velho nos deu a chave de seu veículo e fugimos. FOmos perseguidos e abatidos por um drone. Quando conseguimos destruí-lo em suas garras estava esta garotinha que agora está com vocês... Foi você que nos salvou? Foi buscar ajuda correto?


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

quero que o red bull vá à falência eterna e que assim seja sobre os seus filhos e os filhos dos seus filhos... aaaaaaaaláaaaaaaahhhhhhhhhh... #brinks
avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 27
Localização : Paulista - PE (o lugar que é tão atrasado que o arco-íris ainda é em preto e branco!!!)
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por isaias_tsuiwa em Qui Maio 29, 2014 1:06 pm

*Abaixo a cabeça e suspiro lentamente e digo*

"Todd, preciso somente de 10 homens experientes aqui comigo, quanto aos demais quero que vão para um local seguro para proteger o resto de nossa família"

*Olho novamente toda o local para mentalizar a força de ataque do inimigo e digo a Todd*

"Não sei se essa é a atitude que Desmond tomaria, mas sei que se mais alguém morrer além de mim e dos que ficarem comigo, ele não te perdoaria... Nem eu te perdoaria também"

*Delicadamente coloco minhas mãos sobre o rosto de Todd e lhe dou um beijo na testa e digo*

“Garantindo a vida dos seus, pois ninguém nos reconhece como gente, mas nós somos família.”

*Sorrio para Todd, mudo rapidamente minha expressão e faço um sinal com a mão para que três integrantes do grupo que solicitei venha falar comigo rapidamente*

avatar
isaias_tsuiwa
Iniciante

Data de inscrição : 26/10/2011
Idade : 25
Localização : São ViSELVA - SP
Emprego/lazer : Aspirante a Produtor Multimidia

O que sou
Raça: Orc
Classe: Samurai

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Stein em Qui Maio 29, 2014 1:23 pm

A menina acena positivamente, tímida, à afirmação de Dakato.
- Sou Megan - ela diz, passando a mão nos pelos de Nilee. - Eu... - Seus olhos se enchem de lágrimas subitamente. - Queria que meu pai estivesse aqui...
Uma tristeza profunda pode ser sentida nas palavras da menina.
-------------------------

Desmond arma o espaço, ao passo que uma parte do novo pessoal o cumprimenta com um aceno, armando rapidamente uma tenda para a reunião, que trazia o símbolo da Engrenagem do Progresso, o escudo do Conselho de Camael.
Descendo pelas escadas do dirigível, ele vê um homem bem vestido, enquanto um outro lhe passava um relatório às pressas e o acompanhava até o acampamento da FASE.
------------------------
N observa ao longe os recém-chegados. Havia centenas...não, deveria haver em torno de cinco mil ou mais. Os homens traziam fardas escuras com o símbolo da Engrenagem do Progresso onde se lia "F.A.S.E" dentro da engrenagem, um escudo diferente do que Desmond usava (e o próprio Desmond também nota isso). Ele não sabia o que aquilo significava...mas tinha um péssimo pressentimento.
N vê a maior parte do descarregamento é munição, armamento bélico e maquinas de extração, que ele próprio já vira nas feiras de ciência de Arsin. Ele não sabia em quê aquilo ajudaria a melhorar a condição daquele povo miserável.
Ao longe, N vê que um dos soldados afugente um mendigo que lhe pedia esmola com um pontapé no rosto, enquanto seus companheiro riem, vendo o mendigo se afastar aos tropeções (Desmond não vê isso). Aquele tipo de arrogância fazia o sangue de N ferver, mas ele se via de mãos atadas.
N vê a tenda de reunião sendo armada, e Desmond aguardando a chegada de um homem que caminhava em sua direção.
-------------------

Thomas não encontra ninguém no quarto. Os homens já haviam partido.
Enquanto saia do zepelin, Daniel lhe apresentava um relatório de prioridades, o mesmo que ele próprio tinha em seu quarto.
- Eu o acompanharei, senhor - diz Daniel. - Serei seu auxiliar, se me permite - ele sorri. Seu sorriso lembra muito o jeito gentil de Nero, por algum motivo.
Eles caminham em direção à tenda de reunião que fora armada, enquanto os homens descarregavam os zepelins.
Thomas se vê de frente para o homem que ele sabe se chamar Desmond, mas não conhecia dele nada mais que o nome.
---------------------------

Sanna consegue os homens que pede, com a ajuda de Todd. Todos leiais, de olhares firmes e leias.
A garota vê o descarregamento dos zepelins, e nota que alguns soldados parecem agir com descaso com o povo, rindo da situação da cidade ou chutando mendigos. Aquilo a deixava com raiva, sem dúvida.
Os três homens que ela chama se aproximam, usando roupas discretas, a observando como a líder que ela era.
- O que vamos fazer, Sanna? - pergunta um deles. - Esse homens não se parecem em nada com os homens de Desmond...
- É - concorda o outro -, a gente ouviu dizer que algum idiota do Conselho deu ideia de fingir um ataque da Malha na cidade. Isso nos deixou em péssimos lençóis, maninha.
- Belara disse que eles talvez tenham vindo aqui para nos caçar - o terceiro comenta. - E pela quantidade de armas que eles trouxeram, eu levaria a sério.

Com razão, Sanna nota que eles parecem inquietos, como todo mundo na cidade. Eles aguardam suas palavras, e ela sabia que ela própria era a força da Malha de Ferro.



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 27
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por isaac-sky em Qui Maio 29, 2014 1:39 pm

Evito olhar diretamente para qualquer soldado, mas o tratamento deles para com a população me irrita.

Não costumo ter empatia por pessoas, nem mesmo por animais. Eu sou neutro, frio, é meu treinamento que me forjou assim. Mas a arrogância, esses erros tão idiotas que podem derrubar o maior dos homens...e esses homens vão cair. Hora ou outra.

Continuo a paisana.




Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 24
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Pedro Oliveira em Qui Maio 29, 2014 1:46 pm

Thomas lê rapidamente o documento e fala amigavelmente para Daniel :
- Acho que não tem necessidade, não vejo muita dificuldade, aliás não quero ser o único com assistente, está dispensado soldado, obrigado pelos serviços prestados.

E se dirige ao encontro com Desmond e professa cordialmente :
- Olá Desmond, sou Thomas estou aqui por ordens de Nero, só que não sei exatamente os detalhes dessa missão, poderia me ajudar? , tenho uns detalhes a discutir com você.


avatar
Pedro Oliveira
Iniciante

Data de inscrição : 28/10/2011
Idade : 20
Localização : Recife

O que sou
Raça: Elfo
Classe: Ranger

http://heavenempire.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Stein em Qui Maio 29, 2014 2:00 pm

- Não - diz Daniel a Thomas, firmemente, mas suavizando a voz logo em seguida, dizendo em voz baixa porque estavam frente a Desmond -, eu insisto, senhor. - ele sorri, e olha para Desmond - Sou Daniel, é um prazer conhecê-lo, senhor.
----------------------

- Sai da frente, ô zé babão - diz um soldado, empurrando N para um lado. O samurai vê que ele e outros dois homens parecem carregar uma caixa muito grande, levando-a para dentro da prisão. - Essa droga de organização tem cada vez mais incompetentes - eles comenta, claramente falando de você, como se você fosse um recruta ou algo do tipo. - Ô estagiário, vai fazer um café pra gente vai...ou mexe essa bunda mole e pelo menos ajuda a descarregar os zepelins.
- Imprestável - diz outro, rindo.



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 27
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Aleleeh em Qui Maio 29, 2014 2:40 pm

- Bem... é isso mesmo que ele disse. Me chamo Audrey Eve... bem, meu nome é muito comprido, melhor ficarmos por aqui, sim? Eu e... como é seu nome mesmo, companheiro? - olho para o oriental - Ah sim, eu sou...

Fico em dúvida. Deveria dizer todas as minhas nomenclaturas de Aristocrata ou deveria ser discreta? Ser da Aristocracia não era algo que eu amava, de fato. Me decido:

- Sou aluna de Cornelius, estudo em Arsin. E sou pesquisadora também, gosto de bons livros de mitologias de Gaia e de seus mistérios... e quanto a vocês?

Observo a tristeza da pequena menina com os cabelos loiros e levemente bagunçados. A falta de uma mãe como nas histórias que lia me faz ter um ímpeto materno e, quando me dou conta, estou abraçando a garota e passando as mãos em seus cabelos:

- Seu pai vai ficar bem, criança. A Tia Audy vai cuidar muito bem de você, viu?

A Aristocracia difundia ideias puritanas, mas os pais não passavam muito tempo com seus filhos. Era uma Mansão grande e fria, o pai sempre ocupado com os afazeres de um Lord e sua mãe estava sempre indo aos eventos e seguindo protocolos. Ela era Lady Adella A. Keenary Whelan, a senhora do Parlamento dos Aristocratas, um ramo do grande Conselho, dirigido apenas por nobres. Apesar de Adella, ou melhor, minha mãe ser uma mulher forte, ainda era muito "aristocrata frufru" para o meu gosto.


"Dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários." C. S. Lewis






Audrey / Elizabeth / Liesel /
Chamado
Aly
avatar
Aleleeh
Iniciante

Data de inscrição : 22/12/2012
Idade : 21
Localização : São Paulo - Caern de Sampa
Emprego/lazer : Pseudo-artista

O que sou
Raça: Humana
Classe: Bruxa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por isaac-sky em Qui Maio 29, 2014 3:03 pm

OFF: estou usando uma habilidade que não sei se funciona bem assim, mas whathever kkk

Sinto a fúria invadir meu corpo, o sangue ferver e a cabeça ficar quente...mas meu treinamento é maior, e minha honra, ainda mais.

*Uso Honor in All Things (Concede +4 de moral em qualquer teste de perícia)*

Os encaro, mantendo uma expressão serena, mas meu rosto transmite o frio de minha jornada. Eles não sabiam quem eu era. Hoje eu sou Nathan, mas meus olhos continuam sendo de N.

*Uso intimidar nos soldados*

N: 1D20+4+2 => [ 14 ] +4 (Bonus de Honor in All Things) +2 (Intimidar) = 20



Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 24
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Yoru em Qui Maio 29, 2014 5:27 pm

"Brasão novo!? Essa eu não esperava." assustou-se, mas sabia qual era a jogada: se pedissem, ele argumentaria facilmente contra a ideia de pessoal fora de treinamento ostentar um símbolo de segurança e pacificação. Portanto, fardaram milhares para que não tivesse como reivindicar.
Já existiam exemplos péssimos entre eles. Eram, em geral, os "alocados". Não ex-rebeldes, mas soldados com problemas de insubordinação ou carreira suja, repassados para receber o mesmo treinamento de conversão rebelde. Um destes era o rechonchudo Erl, que compreendia sua função apesar de pecar no domínio próprio e ser tomado pela impulsividade. Miller Harper, seu maior contraexemplo, dois anos mais jovens e dez vezes mais disciplinado e sábio em relação á média. Braço direito e fiel ajudante, no QG ou em campo; o mais prestativo.
Agora a fama de toda uma divisão poderia piorar com o comportamento indiferente da guarda ordinária de Arsin.

Viu a figura do capitão a cumprimentá-lo depois de, aparentemente, liberar seu acompanhante e soltar a palavra, mas ambos foram surpreendidos com a insistência do sujeito.
– Olá – Ficou indeciso, decidiu não erguer a mão à nenhum. –, sei de poucos detalhes também. Somos nós que colocamos a mão na massa. Nos resolveremos com bom senso e experiência quando houver dúvidas em relação a ordem política – Foi-se tenda adentro, em busca de um lugar a frente dos recém chegados. – Por favor, acomodem-se.
avatar
Yoru
Iniciante

Data de inscrição : 05/05/2012
Idade : 24
Localização : São Vicente
Emprego/lazer : Programador de Sistemas/Aspirações: Literatura, Arte e Games

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ladino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Stein em Qui Maio 29, 2014 5:50 pm

- Claro que vai - a menina limpa as lágrimas com as costas das mãos, e Audrey percebe que ela está tentando parecer madura -, meu pai é muito forte. Se alguém mexer ele ele faz assim, e assim! - ela produz no ar movimentos como se segurasse uma espada invisível. - Ele deve eatar em algum lugar aqui perto, eu tenho certeza...
-------------------------

N vê os homens recuarem um passo ao seu olhar, mas um deles (o único que passou no teste XD) avança dois passos em sua direção. O homem devia ter mais de dois metros, e N poderia jurar, à primeira vista, que ele era um monstro e não um ser humano. Os músculos, estavam retesados pelo esforço exercido do descarregamento dos zepelins, a barba rasa e acinzentada não fazia nada para esconde a cicatriz que começava em sua bochecas, cortava o rosto sobre o olho e termina na testa larga. O homem usava corte militar nos cabelos grisalho, fumava um charuto entre os dentres amarelos e aparentava ter pouco mais de quarenta anos. Mas, o que mais chamou a atenção de N não foram as características óbvias, mas o olhar selvagem e carregado de ódio que aqueles olhos autoritários e frios demonstravam, respondendo ao seu próprio. O samurai sabia reconhecer um homem durão quando via um, e estava olhando para um neste exato momento.
- Está com fome recruta? - ele se aproxima, baixando o rosto até a altura do rosto de N, soltando fumaça pelo canto direito da boca. - Não? Então porquê a cara feia?
O oficial aperta o charuto entre os dentes, avaliando o samurai com um olhar demorado, parando quando vê a espada.
- Que brinquedo é esse? Onde está seu distintivo, filho?
-------------------

Daniel se acomoda em uma das cadeiras, observando vocês dois com um sorriso prestativo.
Lá fora, vocês Desmond e Thomas ouvem os homens gritarem ordens uns para os outroa, descarregando os zepelins e conversando em voz alta entre si. Quando a entrada da tenda é fechada, o som é abafado o bastante para vocês conversarem.
- Bem, acho que seria interessante conversarmos sobre o acordo que Arsin firmou com os Líderes de Elyin - diz Daniel a Desmond. - Talve a notícia já tenha chegado aos seus ouvidoa, senhor, mas o Conselho finalmente conseguiu o apoio dos três líderes. Fomos autorizados a combater a Malha de Ferro abertamente, e a introduzir tecnologia naa cidades, para melhorar a vida do povo - ele sorri, claramente se adiantando ao seu próprio capitão.



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 27
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Laily Aflen em Qui Maio 29, 2014 6:01 pm

Observo a cena em silencio, ouvindo suas versões e histórias... das quais não sabia se realmente eram verdadeiras... Qualquer um podia se passar por inocente perante a uma ameaça. Mas estava um pouco cansada e não sabia exatamente com quem estava lidando, não tinha conhecimento de seus poderes e força, não podia arriscar a vida de Ez ou Nilee.

- Bem... - Abraço Ez como se fossemos um casal, encenando obviamente e esperando que o mesmo seguisse o teatro. -... Devem ter passado por alguns momentos de apuros, desculpem a grosseria, mas em tempos como estes é bom ser cauteloso... - Minha voz saia calma e suave, assim como a própria expressão tornava-se acolhedora.

- Não é bom ficar de noite na floresta, e esta.... - Olho para o monte de ferro destruído.- ..."Maquina",...chamará muita atenção... vamos seguir ao sul, acho que vi algo como uma choupana por lá..; Não é "meu amor"?

Tombo a cabeça levemente, sorrindo para Ez, e olhando para o mesmo.
avatar
Laily Aflen
Iniciante

Data de inscrição : 11/03/2014
Idade : 26
Localização : Jundiaí - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Vapor & Arcanina

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 27 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 16 ... 27  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum