[Prólogo] Uma noite fria

Página 3 de 13 Anterior  1, 2, 3, 4 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por lgsscout em Qua Maio 23, 2018 11:02 am

Tanto o ranger quanto o duelista sabem que a casa do homem era um pequeno casebre nas próprias terras dele, que apesar de pequeno, era jeitoso e visível da estrada.

Os três tomam o rumo da propriedade pela noite escura. seria difícil seguir o caminho, não fossem pelas habilidades conjuntas do ranger e do duelista.

Logo vocês avistam as terras do homem, tomadas pelas cinzas, enquanto o pequeno casebre ainda estava em chamas.

====

O que faltava de sensatez no anão, sobrava de coragem e força. No girar do martelo, atinge novamente a espada do mercenário. A ponta da lâmina voa pelos ares, enquanto o restante da lâmina é carregada pelo martelo e lançada contra o chão. O mercenário apenas com a empunhadura da espada na mão, a solta.

-Preciso de outra arma, agora! - Ele grita já prevendo que a luta não estava mais tão favorável quanto imaginara.

O bárbaro por sua vez, também segue forte, desferindo outro golpe violento, que o faz ouvir as costelas do oponente se despedaçando, e o sangue começando a jorrar de seu torso. Os olhos vermelhos, tomados de uma fúria incontrolável se tornam ainda mais transbordantes de ira, e com um brado ele tenta revidar o golpe. Um golpe certeiro atinge a perna do bárbaro, o fazendo cambalear. (12 de dano)

Um dos mercadores arremessa uma espada curta que cai a três metros do mercenário. Este dá um passo cauteloso para trás, para não abrir a guarda para o anão.

Outro projétil vem zunindo, e o anão sente um frio na espinha quando sente o virote de besta lhe abrindo um corte na nuca. Ele sentia que por pouco sua vida não tinha vindo ao fim. (6 de dano)

Enviado pelo Topic'it


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
lgsscout
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 28
Localização : Stormreach - Xen'drik

O que sou
Raça: Humano
Classe: Mago

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por arcanjosna em Qua Maio 23, 2018 11:26 am

"então era isso... Velho imbecil. Quis salvar sua vida, negócios e família oferecendo uma venda ruim. as pessoas desse mundo me surpreendem com tanta falta de bom senso e proporção."

*corro em direção ao casebre. Uso minha bandana como máscara contra os gases nauseantes e tento localizar sobreviventes.*

Valdemar: Procurar
rolls 1d20+3 = 6


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 28
Localização : Jaboatão-PE... e eu achava paulista atrasado, ó kkk
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por Katchau em Qua Maio 23, 2018 11:44 am

- Parece que alguém chegou antes da gente.

Falo e então percerbo o duelista correndo em direção ao casebre.

"Olha só, temos um herói aqui..."

Observo ao redor do casebre pra tentar achar algum restício de quem quer que tenha causado esse incêndio e pra onde ele possa ter ido.

[Observar: 1D20 + 7 = 23]

Katchau
Aldeão

Data de inscrição : 08/02/2018
Idade : 16
Localização : Recife, PE - Brasil

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ranger

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por lgsscout em Qua Maio 23, 2018 4:02 pm

Vocês não precisam sequer fazer esforço para procurar, porque pelo visto eles queriam mesmo é aquilo fosse achado e servisse de aviso. Um grupo de três meio orcs, dois humanos e um elfo negro caçoavam próximo a casa. No meio deles, o homem que procuravam estava empalado por uma lança, dando seus últimos suspiros.

-Entende agora como o ciclo natural da vida caminha? Lixos como você imploram a gente por ajuda, nós ajudamos, e vocês, ingratos, não retribuem. Daí infelizmente acidentes acontecem. E já que essas terras são uma desgraça, não se preocupe que sua filha vai ser o resto do pagamento.

O drow falava, passando a adaga pelo rosto do homem, que já não tinha mais forças pra resistir. Um dos meio-orcs, rindo, derramou o conteúdo de um largo cantil sobre o homem, enquanto outro trazia a tocha. E logo o corpo do homem estava sendo tomado pelas chamas.

-Armem logo o acampamento, porque precisamos guardar essa desgraça de lugar até o encarregado chegar.

Enviado pelo Topic'it


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
lgsscout
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 28
Localização : Stormreach - Xen'drik

O que sou
Raça: Humano
Classe: Mago

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por arcanjosna em Qua Maio 23, 2018 4:46 pm

- o lugar está tomado. Não creio que tenhamos chance melhor que esta de um ataque surpresa contra esses tipos.

*entro na postura da criança das sombras e me movo 3sqr pra esquerda *
*saco meu arco e disparo mirando o Drow *

ArcanjoSna rolls 1d20+6 = 10


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 28
Localização : Jaboatão-PE... e eu achava paulista atrasado, ó kkk
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por emanoelernesto em Qua Maio 23, 2018 5:04 pm

*ouvindo isso, pego o meu arco e a flecha*

" hora de trabalhar meu rapaz"

dou dois passos a frente e atiro no Drow que estava com a adaga no pescoço do homem.

iniciativa : 1d20 + 4 = 8

acerto : 1d20 + 6 = 19

dano: 1d8 + 1 = 4

emanoelernesto
Aprendiz

Data de inscrição : 22/10/2015
Idade : 19
Localização : recife

O que sou
Raça: Humano
Classe: Monge

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por Katchau em Qua Maio 23, 2018 5:08 pm

- Agora vocês foram longe de mais - digo olhando para os subalternos, não necessariamente para eles escultarem - Podemos guardar essa desgraça no lugar de vocês.

Pego meu arco e o carrego com uma flecha, coloco o drow na mira e atiro, rapidamente colocando outra flecha no lugar da primeira e atirando novamente [Tiro Rápido].

Iniciativa: 1d20+4 = 18
1° Rolagem: 1d20+2+ 4 +1= 17
Dano: 1d8 = 5

2° Rolagem: 1d20+7 = 18
Dano: 1d8 = 8

Katchau
Aldeão

Data de inscrição : 08/02/2018
Idade : 16
Localização : Recife, PE - Brasil

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ranger

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por lgsscout em Qua Maio 23, 2018 8:43 pm

O grupo, tentando intervir na tortura contra o homem que buscavam, dispara contra o drow sem pensar duas vezes, mas mesmo seus disparos mais precisos apenas são rechaçados pela armadura dele. Enquanto os outros cinco que o acompanham não sabem ao certo o que aconteceu, o drow já vira imediatamente em direção a vocês, procurando com seus olhos afiados como de um felino. Ele imediatamente encrava a adaga no ombro do homem e puxa o arco de suas costas.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
lgsscout
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 28
Localização : Stormreach - Xen'drik

O que sou
Raça: Humano
Classe: Mago

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por arcanjosna em Qua Maio 23, 2018 9:17 pm

*um lampejo de bom senso bate em minha mente *

"droga... Essa situação é desfavorável demais e ele já morreu... Temos que sair daqui"

- COOORRE NEGAAAADAAAAA!!!

*corremos de lá em direção ao bar *


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 28
Localização : Jaboatão-PE... e eu achava paulista atrasado, ó kkk
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por Katchau em Qua Maio 23, 2018 9:29 pm

"Como assim? Em muitos anos de industria vital isso nunca tinha me acontecido antes" - penso, enquanto corro de volta a taverna da Olga o mais rápido possível sem nem lembrar que não tinha vindo só até ali.

Katchau
Aldeão

Data de inscrição : 08/02/2018
Idade : 16
Localização : Recife, PE - Brasil

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ranger

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por Apollo em Qua Maio 23, 2018 9:38 pm

Depois de receber aquele golpe, olho para ele de uma forma: " Sério? Ah mas você me paga".
E tento acertar ele novamente. ( Usando ataque poderoso)
Jiren rolls acerto : 1d20+2+6-2 = 25
Jiren rolls dano( se eu não critei) : 18
* Jiren rolls dano( se eu critei) : 54 *
PV: 14 ( Tinha esquecido de acrescentar quando entrei em fúria rs).

Apollo
Aprendiz

Data de inscrição : 16/05/2018
Idade : 19
Localização : Acampamento Meio-sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por emanoelernesto em Qua Maio 23, 2018 9:42 pm

"que merda de role suicida é esse Valdemar??"

*saio correndo o mais rápido q posso.*

emanoelernesto
Aprendiz

Data de inscrição : 22/10/2015
Idade : 19
Localização : recife

O que sou
Raça: Humano
Classe: Monge

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por arcanjosna em Qua Maio 23, 2018 9:49 pm

- Corre, careca, mas corre muito! Aquele cara arrepiou até minha espinha, ele não é boa coisa. Eu senti bem aqui - falo dando pequenos golpes com a ponta dos dedos na pelve.

*chegando na taverna *

- JUDITE, passa a régua que vamo puxar o carro!

*corro em direção ao quarto com a garota e saio rebocando ela até o cavalo *

(estou aberto à interpretação dos colegas, só a adiantei minhas intenções)


Última edição por arcanjosna em Qua Maio 23, 2018 10:03 pm, editado 1 vez(es)


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 28
Localização : Jaboatão-PE... e eu achava paulista atrasado, ó kkk
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por emanoelernesto em Qua Maio 23, 2018 9:57 pm

*subo ao meu quarto, pego tudo q tenho la.*

- a conta por favor. acabei de receber uma carta, tenho q voltar pro meu monasterio.

blefar - 1d20 -1 = 18.

saiu correndo pra pegar meu cavalo e partir com o Valdemar.

emanoelernesto
Aprendiz

Data de inscrição : 22/10/2015
Idade : 19
Localização : recife

O que sou
Raça: Humano
Classe: Monge

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por Katchau em Qua Maio 23, 2018 10:31 pm

Chegando na taverna tento me acalmar e fingir que nada aconteceu, tudo que tenho é o Pé-de-Pano e é atrás dele que eu vou.

"Aquele cara acabou de chamar a Olga de Judite?"

- A GENTE SE FALA, SE PERGUNTAREM POR MIM, VOCÊ NUNCA NEM ME VIU! - falo talvez mais alto do que pretendia na direção que achei que ela estivesse.

"...Talvez eu não tenha ideia de pra onde vou, mas algo me diz que aqui eu não posso ficar."

Vou na direção do cara carregando a garota e me pergunto porque ele tá levando a morte junto com ele mas parece que algo involuntário toma conta de mim quando falo:

- O que me diz de um ranger nesse grupo?

Katchau
Aldeão

Data de inscrição : 08/02/2018
Idade : 16
Localização : Recife, PE - Brasil

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ranger

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por arcanjosna em Qua Maio 23, 2018 10:34 pm

- Talvez tenhamos que passar uns dia s no ermo. Sua presença será apreciada, meu amigo!


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 28
Localização : Jaboatão-PE... e eu achava paulista atrasado, ó kkk
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por Ryan em Qua Maio 23, 2018 10:46 pm

- Ops.. acho que seu amigo errou ein HAHAHA. (falo para o mercenário a minha frente)

*Após caçoar dele desfiro um golpe nele e após isso vou até a espada caída e piso em cima, aproveitando para tentar pegar cobertura das árvores, contra o atirador*

- Você quer? Vem pegar.

Ataque:

Trafnar rolls 1d20+4 = 15

Dano:

Trafnar rolls 1d12+10 = 13

Enviado pelo Topic'it

Ryan
Aldeão

Data de inscrição : 14/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por lgsscout em Qui Maio 24, 2018 11:33 am

O grupo, num lampejo de sanidade, percebe que haviam comprado uma briga que excedia suas capacidades. Disparam correndo desenfreadamente em direção a cidade. O drow, que tinha outros interesses por hora, apenas abaixa o arco e acalma os outros dizendo que foram as flechas dele que caíram da aljava.

====

Chegando a taverna, o grupo entra acelerado pelo salão que agora já estava vazio. O taverneiro e sua mulher, que cochilavam em um banco, acordam assustados, sem entender e nem sequer percebendo as trocas de nome constantes. Ela acaba cobrando apenas o jantar, e sequer lembrando que já havia preparado os quartos. (4 peças de prata cada).

Vocês pegam a jovem ferida e começam tomar o rumo da saída da cidade.

====

O duelo sangrento entre os bárbaros parecia começar desenhar seu vencedor. Com um golpe feroz, de cima para baixo, o mercenário acaba por precisar se apoiar sobre o joelho, para amortecer o golpe que lhe abriu um largo corte no ombro. Ele tenta revidar, mas sequer consegue manter o pulso firme, e sua lâmina apenas cai. Sangue começa escorrer abundantemente de entre seus lábios.

O anão por sua vez já se sentia numa maré de sorte. Caçoava dos oponentes, e atinge um golpe que faz o mercenário a sua frente precisar reafirmar os pés, apesar de que aparentemente a armadura dele amorteceu o impacto satisfatoriamente. Ao correr e pisar na arma lançada para ele, o mercenário fecha os punhos e tenta partir para o combate com as próprias mãos. Num reflexo rápido o anão balança seu martelo e afasta o mercenário sem que este consiga ser bem sucedido em seu golpe.

Enquanto se distraia com isso, o anão apenas sente um virote atingindo seu ombro, se fincando em sua carne.

-Parece que dessa vez ele não errou, nanico.

Enviado pelo Topic'it


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
lgsscout
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 28
Localização : Stormreach - Xen'drik

O que sou
Raça: Humano
Classe: Mago

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por emanoelernesto em Qui Maio 24, 2018 11:42 am

*pelo cavalo, tento ver de onde veio os rastros de sangue da menina, se possível*

observar : 1d20+5= 18

só observar em cima do cavalo mesmo, por enquanto, durante a ida a saída da cidade.

emanoelernesto
Aprendiz

Data de inscrição : 22/10/2015
Idade : 19
Localização : recife

O que sou
Raça: Humano
Classe: Monge

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por Ryan em Qui Maio 24, 2018 2:54 pm

*Tento acerta-lo novamente, mas receoso de levar outro tiro, tentando continuar na cobertura das árvores*

*Power attack*

Trafnar rolss 1d20+4 = 13

*Dano*

Trafnar rolls 1d12+10 = 18

Enviado pelo Topic'it

Ryan
Aldeão

Data de inscrição : 14/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por Apollo em Qui Maio 24, 2018 3:14 pm

Vejo a espada do homem que estava lutando contra mim, olho para ele e digo:
- Boa sorte na próxima vida, amigo
Jiren rolls acerto: 1d20+6+2-2= 22 ( Com ataque poderoso)
Jiren rolls dano: 1d12+6+2 = 12
* Se ele caiu, eu olho pro homem que tá batalhando contra meu amigo baixinho , e grito:
- Ei - aponto para o amigo dele no chão- se vocês não recuarem agora mesmo, eu farei o mesmo com você, porém muito pior-.
Jiren rolls intimidar: 1d20+3 = 20
( HEHE)

Apollo
Aprendiz

Data de inscrição : 16/05/2018
Idade : 19
Localização : Acampamento Meio-sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por lgsscout em Qui Maio 24, 2018 4:24 pm

O golpe do anão novamente é amortecido pela armadura, após um breve esforço do homem. Na tentativa de aproveitar a abertura para derrubar o anão, ele acaba subestimando os reflexos do pequeno, que volta o martelo imediatamente e atinge na perna do mercenário. Seus ouvidos conseguem ouvir o estralo dos ossos quebrando e o equilíbrio dele se perdendo.

O bárbaro por sua vez, puxa a lâmina que estava fincada no ombro do seu oponente, e num giro, rasga o peito dele, que já perde o brilho avermelhado dos olhos e cai dando seu último suspiro e tendo seus últimos espasmos. O brado ameaçador do bardo, seguido de suas ameaças, fazem os mercadores ficarem amedrontados.

-Podemos negociar, não podemos? Escravos, dinheiro, e fingimos que nada aconteceu. Que acham? Não precisamos derramar mais sangue.

====

Os rastros que o monge viu vinham exatamente da estrada pela qual haviam fugido a pouco. Por sorte poderiam tomar uma outra estrada que não os faria passar novamente pelas terras que foram tomadas.

Enviado pelo Topic'it


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
lgsscout
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 28
Localização : Stormreach - Xen'drik

O que sou
Raça: Humano
Classe: Mago

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por Ryan em Qui Maio 24, 2018 4:30 pm

- Larguem suas armas onde estão e venham até nós!!! TODAS AS ARMAS!

*Digo com o martelo armado para atacar o mercenário ajoelhado*

Enviado pelo Topic'it

Ryan
Aldeão

Data de inscrição : 14/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por Apollo em Qui Maio 24, 2018 4:44 pm

- É o seguinte, mande o seu pessoal largar as armas deles, e vir aqui, e nós negociaremos:
* Se eles vierem todos eu falo para aquele que eu amendrotrei..*
- Vocês vão viver, e com algumas condições, apenas porque eu estou me sentindo muito piedoso hoje.
*continuo falando*
- Agora, quero que juntem todo o seu ouro, e me entreguem, e sem mentir, AGORA! ( enquanto olho para eles ameaçadoramente).
* Se eles continuam fazendo tudo isso, digo:
- Trafnar, arrume uma corda, e amarrem eles, rápido-.

Olho para eles, enquanto meu amigo anão os amarra fortemente, e digo:
- Caso se comportem bem, ninguém aqui vai ser machucado.
* Depois que eu falo, vou procurar um saco, caso eu encontre, eu coloco todas armas deles lá, se não achar o saco, eu vejo se tem algo legal que eu possa usar, se não, pego todas elas e jogo na fogueira.*
* Depois disso, vou libertando os escravos um por um, junto com Trafnar, primeiramente vou até a mulher que estava sendo machucada por eles e depois que eu solto ela, digo:
- Vá, você está livre, não é mais uma escrava, apenas tome cuidado, e lembre-se que o nome do seu salvador é Jiren, e o seu ajudante Trafnar-* falo isso para cada escravo que liberto*
* Depois que já estiver recolhido todo o ouro deles, e possívelmente as armas dentro do saco, e os escravos todos libertos, olho para eles sentados no chão amarrados e digo:

- Foi bom fazer negócios com vocês, até um outro dia.
* Vou até o cavalo de Trafnar e chamo por ele*
- Vamos amigo, temos muita coisa para fazer-

Apollo
Aprendiz

Data de inscrição : 16/05/2018
Idade : 19
Localização : Acampamento Meio-sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por Ryan em Qui Maio 24, 2018 5:14 pm

*Se tudo correr como meu amg planejou, quando eles estiverem amarrados*

- Estão vendo como são tolos? Caíram no meu truque.
Fingi que tropecei, corri para atrair vcs e separa-los e agr os derrotamos, tudo planejado. Haha

- Não esqueça da cerveja meu amg, o mais importante!

*Não tenho intenção que ele acreditem, é mais para que eu acredite, INT não rolarei blefe*
(10PV)

Enviado pelo Topic'it


Última edição por Ryan em Sex Maio 25, 2018 4:32 pm, editado 2 vez(es)

Ryan
Aldeão

Data de inscrição : 14/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Prólogo] Uma noite fria

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 13 Anterior  1, 2, 3, 4 ... 11, 12, 13  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum