A continuação da jornada

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A continuação da jornada

Mensagem por arcanjosna em Qui Out 22, 2015 4:56 pm

Um vulto, um sibilar de vento, um som grave e angustiante que repentinamente se converte em um poderoso agudo ensurdecedor e até mais terrível para os ouvidos sensíveis da jovem Meirisiel. A arqueira elfa acompanhara a terrível batalha anterior contra os caçadores de recompensas do leste e a muito custo deram fim no trio mortal.

O único sobrevivente, o alquimista cavou sua fuga pelo chão do quarto do Lorde, pelo menos foi o que ele quis fazer, tão logo quanto o buraco se abriu sob seus pés e ele tentou escapar o Dampiro de sangue quente, Francis, conjurou sobre si sua magia de vôo e à despeito da armadura que carrega fez uma bela manobra e se lançou à perseguição implacável contra seu inimigo.

Francis ainda perseguia sua presa quando nota no pátio do destruído castelo, em frente à fonte central do jardim a repetição da batalha já vista antes: Rafael, o Paladino enfrentando o ardiloso esgrimista Samar Áureo. O ódio que Francis nutria pelo homem imediatamente o fez largar mão de sua perseguição e avançar contra seu inimigo e terminar o combate que tiveram anteriormente... Não importavam regras, não importava vantagem, não ligava sequer para o sermão que o paladino poderia lhe dar depois daquilo, a única coisa que ele queria era a cabeça do maldito!

Samar nota que está em clara desvantagem ao receber no rosto uma criatura cristalina semelhante a um exaustor hextech no rosto enviado por Leander do alto da torre... Uma poderosa manobra, um chute no rosto do perseguidor voador seguido de uma cambalhota por sobre a fonte para se distanciar da situação perigosa... Seu deslocamento era formidável, Samar iria fugir, mas AI de seus inimigos quando voltasse. Rafael tenta correr atrás do esgrimista mas sua pesada armadura limita sua corrida... Um vulto, um sibilar de vento, um som grave e angustiante que se converte em um guincho agudo quando tudo se torna um turbilhão e ele observa a cena do alto da torre onde antes estavam seus companheiros... ele se nota ao lado de Leander, o Curandeiro psíquico...

Meirisiel aterrissa de seu transporte forçado sem entender o que se passa, mas a elfa de Cabelos azuis logo ouve a voz do curandeiro em sua mente - "Atire, o alvo está à frente!"

Meirisiel também não morria de amores pelo esgrimista metido, e ele agora era um inimigo. Uma guerreira real não hesita, não pisca, apenas fecha o olho esquerdo e dispara... Seu novo arco azul, entalhado por símbolos do elemento do ar assovia quando cada uma das 4 flechas é disparada... perfurando e retalhando impiedosamente seu alvo....

(estamos de volta, povo. Essa é a mesa presencial que será continuada por aqui! Os novos players iniciaram em um novo tópico também nessa seção.)


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

quero que o red bull vá à falência eterna e que assim seja sobre os seus filhos e os filhos dos seus filhos... aaaaaaaaláaaaaaaahhhhhhhhhh... #brinks
avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 27
Localização : Paulista - PE (o lugar que é tão atrasado que o arco-íris ainda é em preto e branco!!!)
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Leander

Mensagem por Olivino em Sab Out 24, 2015 4:03 pm

Penso "Parece que todos os meus novos companheiros conheciam os homens que planejaram esse ataque, tivemos muitas baixas, mesmo meu mestre não resistiu por muito tempo, todos esses insetos não percebem o tamanho da perda que causaram, bestas avarentas sempre tramando golpes...", limpo a fuligem do rosto com um pedaço de tecido da minha roupa, "... não me surpreende a distância que abate os que vivem muito nesse mundo, a esperança vai dando lugar a loucura com o tempo... saberei quando enlouqueci?", suspiro "... hora de parar essa corrente."

Falo ao coletivo "Agora que acabamos aqui temos que ir a terra dos elfos garantir a segurança do Nobre e sua família que enviei utilizando um constructo astral voador... sei que estão cansados mas não sabemos, se o plano de fuga foi descoberto, mesmo eu já não disponho de todos o meus poderes depois de tantos combates que enfrentamos nesse lugar, até a força adquirida naquela montanha fui obrigado a usar, é um risco mas como um cavaleiro (sorrisos curtos) desse local devo proteger sua nobreza e seu povo."

Olivino
Aldeão

Data de inscrição : 19/09/2015
Idade : 28
Localização : Recife

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum