Before the Storm

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por Yoru em Qua Ago 19, 2015 11:01 am

      Ó, meu bom Azulon! Por que os permite cometer tantas atrocidades? Os Devotos avançavam contra o povo Kirottu sem a menor vontade de esclarecer suas razões. Insubmissão para eles podia ser chamada de blasfêmia contra os deuses, portanto agiam como se possuíssem o poder de decisão sobre a vida de um outro povo.
      — Desde minha juventude — a clériga começou —, a mesma fé que tinha para com os deuses era compartilhada com a autoridade da igreja. Pregavam que a paz e amor eram direitos universais e que os Sete poderiam orientar alguns para guiar os restantes. Sendo assim, os servos creem que têm força e autoridade para envolver-se nesta era de guerras, abençoar os que se convertem e castigar os que se opõem. — O que estou fazendo? Ninguém aqui simpatiza com propósitos pacíficos, não tente encantá-los, Elleanna! — Particularmente, não suporto guerras, e se cumprissem seus princípios ainda estaria trabalhando com eles em busca dessa paz. Contudo, muitos seguidores são cruéis, tomam o lugar de juízes; e a liderança nada restringe, ganham benefícios dessa violência. Os Kirottu são diferentes? Não. — Cale-se, sua tola! — Mas batalham também para se proteger... E quando aceitam alguém, jamais pedem que este entregue sua fé ou suas armas.
      Manteve uma pausa breve, depositando os olhos no líder que vigiava cada palavra dela. Daí continuou:
      — Objetivos em termos bélicos eu desconheço. — Somente devotos de maior importância tinham envolvimento com os planos de incursão. — Entretanto, posso afirmar que continuam com o plano de propagar a Palavra e expandir os Domínios Sagrados. Sobre reinos ou povos, só o poder de combate importa na hora de medir exércitos. Alianças ou negociações raramente são aceitas. Para eles todas as civilizações devem se converter e santificar suas terras, sem reservas.
      A clériga passou o olho pelo mapa, repleto de marcações sobre outros exércitos, a condição atual dos reinos. A disposição geral deixava-a angustiada, pois enxergava vidas onde os homens apenas viam terras e glórias.
      — Longe de mim dizer que essa ideia de mundo perfeito não me agrada, e admito que é fantasiosa. Só que posso dizer que enquanto dois guerreiros devolverem golpes, nenhum terá paz... — Obviamente, os outros sete na mesa nem cogitavam qualquer coisa além da batalha. — Não posso pedir que abdiquem sua justiça, também desejo-a mais que tudo agora. Mas poderia pedir que evitem o caminho da vingança? — Orcs que não são sanguinários, quase um insulto. — Korgul, se te garantisse em nome do amor de meu deus a retomada destes locais, pouparia os que se entregarem e os manteria vivos como prisioneiros? — Nada poderia fazer por aqueles que desejassem lutar até o fim contra os orcs de Korgul, o Rubro. — A vitória seria o suficiente?
      Como faria para garantir uma vitoria prometida ao temível orc, Anna mal fazia ideia. Sua compaixão e seus princípios que a guiavam em cada palavra.
      Onde foi que aprendi a ser tão impulsiva?, indagava-se, Aqui?
      Iniciativa, uma inegável qualidade do povo Kirottu. Depois de conhecê-los, a clériga perguntava-se dia após dia como Korgul contera tantos guerreiros escondidos, aguardando pacientemente o momento certo para retornarem à briga.
      Na concepção dela, o líder tinha mais do que força e ferocidade para manter o respeito dos seus seguidores, via-o como um orc inteligente, de certo modo estrategista.
avatar
Yoru
Iniciante

Data de inscrição : 05/05/2012
Idade : 24
Localização : São Vicente
Emprego/lazer : Programador de Sistemas/Aspirações: Literatura, Arte e Games

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ladino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por isaac-sky em Qua Ago 19, 2015 5:34 pm

Ouço todos os termos que esse tal Sir Edmund lança enquanto tomo minha sopa e me sinto como uma criança novamente: meu tio me contando sobre as fórmulas e termos mágicos, parando somente pra me bater com o cajado e me fazer prestar atenção.

Eram dias mais simples que eu sinto um pouco de saudades.

- Sou Nahir vas Nalahar. Gênio, andarilho do deserto - respondo a cortesia com a alcunha dos livros que tentava adotar.

"Você é um ser curioso, Nahir. Obrigue a todos que lhe enxerguem assim, pensarão duas vezes antes de lhe ameaçar" foi um dos conselhos do Sultão na viagem do deserto.

- Obrigado pela sopa - termino o pote e fecho o compartimento da boca na máscara.
- Onde estamos?



Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 24
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por ritter em Qui Ago 20, 2015 2:01 pm

Os dois draconatos encerram a discussão depois do sermão de Zahira. Era compreensível, tudo acontecera muito rapidamente.

- Vamos logo. - Veio logo a resposta de Eldest, que não se queixou mais.

Os três seguiam pelo caminho sob chuva pesada. Mesmo com o céu escuro, conseguiam identificar que a noite se aproximava e seus corpos ansiavam por descanso. No horizonte, avistaram uma pequena construção de madeira. Talvez uma casa ou celeiro, não sabiam distinguir naquela escuridão.

Ao se aproximar do lugar, notam que nenhuma luz ou fumaça vem de dentro. A construção aparentava ser antiga, mas era impossível dizer se fora recentemente usada ou não.

(Pode rolar perception e decidir se irá entrar.)





As criaturas corpulentas escutavam o discurso de Eleanna. Comentários de escárnio eram soltos aqui e ali quando era falado de justiça. O ápice foi quando foi dito sobre a vingança.

Os kirottu sofreram na mão de muitos, em seu passado. Escravos antes dos titãs a vapor, eram usados principalmente por anões, o povo que mais nutrem ódio contra. Açoites públicos e execuções faziam parte do dia-a-dia de orcs, trolls e goblins. A queda do império anão e ascenção da legião foi repentina e logo os kirottu invadiam campos de concentração e grandes latifúndios afim de libertar seus irmãos aprisionados.

Sempre vistos como demônios. Mas demônios ou humanóides, os kirottu com certeza haviam vivenciado o inferno.

Korgul aguardou pacientemente a garota terminar seu relato, sem exibir qualquer mudança em seu comportamento. A clériga acertara ao pensar que ele era diferente dos que os rodeavam.

Era um líder nato.

- É difícil pedir para pouparmos e sermos misericordiosos quando meu povo clama por vingança e justiça. - Os orcs ao redor começaram a esbanjar sorrisos, pensando que a ideia seria descartada. - No entanto, se seu povo estiver disposto a pagar por prisioneiros, podemos aceitar os que se renderem. - Os sorrisos foram diminuindo. - Mas não pense consigo garantir que todos cheguem vivos. Acidentes acontecem.

O que ele dizia era claro, não seria possível assegurar que seus homens se "divertissem" com alguns prisioneiros durante o retorno.

Apontou com o indicador para o enorme mapa na direção de um grande vilarejo.

- Aqui. Esse foi o último lugar que os seus anexaram. - Ele arrasta o dedo alguns centímetros para trás. - Se não os impedirmos, logo eles chegarão aqui. Nós não deixaremos que isso aconteça. Tomaremos esse vilarejo e... - Ele risca uma linha imaginária com o dedo. - ... não deixaremos que passem daqui. Vamos empurra-los para o buraco de onde saíram. - Os orcs exclamavam aprovações. - Sem ofensas.

Todos ao redor pareciam concordar. Alguém precisaria liderar a retomada do vilarejo e, em caso de sucesso, isso traria renome e respeito pela incursão. Eles matariam por uma oportunidade dessas.




O gosto da sopa era agradável. Bem peculiar, diferente do que estava acostumado.

- Bom, na verdade eu estava fugindo de uma tempestade de areia quando encontrei vocês jogados no chão. Pensei que estavam mortos e, me perdeoem, eu estava prestes a saquea-los. - Ele solta uma risada alta, um tanto inapropriada para o momento. - Daí, para minha surpresa, vocês ainda respiravam! Então, num ato de puro altruísmo, resolvi traze-los para dentro.

Karin parece se mexer depois da risada escandalosa de Sir Edmund.

- Ah, é uma pena que a cidade próxima tenha sido dizimada... Seria ótimo conhecer aqueles dois povos.


" A juventude envelhece, a imaturidade é superada, a ignorância pode ser educada, a embriaguez passa... porém, a estupidez é eterna, Pettri."  Mordekaisen



avatar
ritter
Iniciante

Data de inscrição : 23/06/2014
Idade : 24
Localização : Brasil, São Paulo

O que sou
Raça: Humano
Classe: Plebeu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por iPops em Qui Ago 20, 2015 2:24 pm

OFF: iniciativa 7

ON:

O anão estalou a língua. Seja lá quem fossem aqueles dois, não eram os alvos que Khorrl esperava combater. Pela sua escolha de armamentos e pelas figuras esguias, era possível que fossem elfos? O fato de esconderem com tanto esmero seus corpos denunciava que quem quer que fossem, não desejavam deixar testemunhas. Por um lado, Khorrl sentia-se tranquilo. Não havia vindo até ali disposto a conversar de qualquer maneira que não com seus escudos.

Considerando que as rochas lhe garantiam cobertura adequada, ali permaneceu. Não sabia que tipo de surpresa aquelas flechas poderiam carregar - magia? veneno? Elfos eram conhecidos por empregar tais táticas covardes - portanto não iria se arriscar à toa.

Afinal de contas, Khorrl agora era a presa. Precisavam caçá-lo, já que haviam sido avistados. Era uma vantagem: nada melhor do que uma presa que sabe que está sendo perseguida e disposta a inverter o jogo. Atento aos seus arredores, Khorrl buscou alguma rota capaz de levá-lo a um campo de batalha mais apropriado, lembrando-se de apagar e confundir seus rastros da melhor forma possível: quanto mais fechada a mata, quanto mais estreitos os caminhos, quanto menos espaço para que seus oponentes se deslocassem com facilidade, menores as chances de que aquelas duas figuras encapuzadas escapassem daquele infeliz encontro com vida.



(Khorrl: 1D20+12 => 24 #sobrevivência)

iPops
Aldeão

Data de inscrição : 21/07/2015
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por isaac-sky em Qui Ago 20, 2015 5:34 pm

"E pelo visto eu devo ter menos moedas ainda no meu bolso, não é velhinho?" penso mas apenas concordo com um aceno com a cabeça.

Vejo que Karin se mexe, imagino sua reação ao acordar e se ver aqui...e ouvir que a cidade se foi.
Família, amigos, suas economias: se foram.

Me sento, tentando absorver tudo o que aconteceu.
"Elohim. Por que? Por que me fez testemunha daquilo? Para que conhecer uma cidade, aquelas pessoas e...se foram" eu tentei da melhor maneira que podia, mas certas coisas nem mesmo um gênio conseguiria impedir.

E eu sou um gênio de mentira.

- Sabe o que aconteceu com a cidade? O que a dizimou? Ouvi dizer que eram povos em guerra na própria cidade.



Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 24
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por Stein em Sex Ago 21, 2015 7:53 pm

Teste de constituição: Rosenstock: 1D20 => 6+2 = 8
Assim que começo a andar pelo corredor, sinto uma tontura tremenda, e por muito pouco não caio no chão. Contemplar a cena de um campo de batalha completamente destruído faz meu sangue ferver e minha mente latejar ainda mais. Sinto ódio, fúria, dor... dor de diversas maneiras.
Observo Liesel se pronunciar, e suas palavras só poderiam somar-se às minhas. Aqueles caras tentavam jogar panos quentes, tentavam nos acalmar... desgraçados, eu não quero me acalmar, eu quero RESPOSTAS!

Obter Informação: Rosenstock: 1D20 => 10+3: 13 [vou interpretar desestabilidade]

Maldição... eu gaguejava de dor e não conseguia pensar direito... isso é irritante.
- Só me digam que merda está acontecendo aqui... o que diabos aquele stern ritter estava fazendo neste lugar e como... COMO vocês não sabiam que havia a porr* de um Cavaleiro Estelar no batalhão inimigo?! Estão retardados? Acham que explodir tudo é a única estratégia para solucionar uma batalha desse porte? Seus filhos da put*! Sabem quantos inocentes morrerem com essa explosão?!
Cerro os punhos ao ver a expressão de altivez direcionada por Tallaniel. Eu odiava aquele olhar, odiava aqueles olhos com ar de superioridade... "você me lembra quem eu mais odeio neste mundo". Ele não estava me ouvindo, eu sabia... era assim que ele pensava que todos nós éramos... inferiores, descartáveis... maldito...
Com um impulso impensado, conjuro True Strike sobre mim, e disparo um soco contra o rosto de Tallaniel, buscando atingi-lo com tudo que eu tinha. Naquele momento, minha cabeça girava, meu sangue fervia e minha fúria era aumentada ainda mais pela maneira que aquele idiota encarava a mim e a Liesel. Não importava se me restassem apenas ossos... eu precisava fazer com que aquele miserável sangrasse ao menos uma vez.

Rosenstock: 1D20 => 17 + 20: 37 de acerto.
Dano: irrelevante.



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 27
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por arcanjosna em Sab Ago 22, 2015 7:52 am

Só. O lugar é muito maior do que pensava. Vejo alojamentos, pareciam mais casas... o que faziam por aqui afinal?

Afasto um pouco da fumaça de fronte ao rosto, já estava a me acostumar com o cheiro, mas prefiro evitar mais familiaridades do que as que já tenho com esse ambiente.

Tento seguir o gotejar, mantendo minha postura escondida.

Pierce rolls repeat 2 d20 = 18; 17
percepção e furtividade



´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 28
Localização : Jaboatão-PE... e eu achava paulista atrasado, ó kkk
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por Luthica em Seg Ago 24, 2015 1:54 pm

Zahira estava cansada demais para conversar ou propor entrarem ou não na casa. Estava segura o suficiente de que conseguiriam destruir qualquer adversário que estivesse naquele local. Porém acreditava que não seria necessário - infelizmente, pois isso significava que não encontrariam o halfling agora. Ela aproximou-se, atenta, para averiguar se havia algum perigo por perto, mas tomou a dianteira para entrar na casa. Seria um esconderijo recente de Quoorin?

1D20+8 => 25 #percepção
avatar
Luthica
Iniciante

Data de inscrição : 29/06/2012
Idade : 27
Localização : Etherland

O que sou
Raça: Fada
Classe: Digimon

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por Yoru em Qui Ago 27, 2015 11:52 am

      "Não negociaremos com este bando de monstros", Elleanna conseguia imaginar as palavras de um general fanático sob a proposta de pagamento por resgate de meros soldados. Um insulto mínimo e os kirottu, com prazer, formariam um monte com cabeças humanas decapitadas. Essa seria a melhor situação, Anna. Ela conhecia a crueldade dos dois lados. "Acidentes", chamados assim, nunca eram fáceis de se ver.
      A clériga estava com suas suposições muito adiantadas, primeiramente tinham que vencer para depois pensar em prisioneiros e o pós-combate. Ao menos teria alguma chance de evitar um massacre total, isso a acalmava um pouco. Então Korgul passa para os planos de movimentação, usufruindo do grande mapa esticado sobre a mesa.
      Ele tinha razão ao priorizar o bloqueio do avanço inimigo o quanto antes, salvando o possível da marcha dos Devotos. Mas a moça engoliu em seco ao notar a intenção de forçar o recuo adversário. Não!, reagiu. Confronto prolongado gera mais mortes, precisamos vencer rapidamente e tomá-los reféns. Os Devotos não tem buracos para onde fu...
      Uma ideia refugiu na mente da jovem pacifista. Os kirottu viviam muito no subterrâneo, principalmente quando escondidos de deus perseguidores, por isso pensar que os outros surgiam por buracos era compreensível o suficiente para formar frases como aquelas.
      — E se nós chegássemos por buracos também? — Elleanna sugeriu, em alto tom, em meio às vozes dos demais.
      O povo desenvolvera tal habilidade por sobrevivência, quem sabe agora dariam um uso menos defensivo a ela?
avatar
Yoru
Iniciante

Data de inscrição : 05/05/2012
Idade : 24
Localização : São Vicente
Emprego/lazer : Programador de Sistemas/Aspirações: Literatura, Arte e Games

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ladino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por ritter em Qua Set 02, 2015 12:39 am

O anão sai de sua cobertura, correndo em direção ao aglomerado de árvores logo atrás de sua posição inicial. Ao se aproximar do que dividia a floresta do descampado, sentiu uma dor lancinante em seu ombro direito. Duas flechas haviam atravessado armadura e carne, a primeira cravando na omoplata enquanto a segunda acertou o braço.

Um olhar rápido para traz e Khorrl podia ver que seus oponentes eram ágeis e não perdiam tempo. O arqueiro já puxava uma terceira flecha da aljava quando viu guerreiro de cimitarra andando a passos decididos em sua direção.

O anão finalmente chega as árvores, escolhendo as que mais dificultariam a ação conjunta dos dois algozes.

Dano:
21 de dano
Foi um crítico lindo na primeira flechada, se quiser eu envio as rolagens depois asuhashuas

Ordem de iniciativa:
1-Arqueiro
2-Cimitarra
3-Khorrl




- Assim... Dizimoooou não dizimou, alguns gatos pingados conseguiram dar o fora da cidade antes que acontecesse o que aconteceu. Mas agora... Vi apenas escombros. E não faço ideia do que ocasionou isso.

Era tudo muito estranho. Uma guerra causava danos, é claro, mas aqueles povos estavam em guerra a muito tempo. Parecia improvável que fossem se destruir de uma vez por todas tão rapidamente.

Karin se mexe novamente, dessa vez começando a abrir os olhos e os contraindo, tentando se acostumar com a luz fraca da fogueira.

- Olha só, a jovem de olhos vermelhos acordou também. Sopa?




Toda a discussão para depois da ação da Klaus. Tallaniel encosta a mão na bochecha que havia recebido o soco. Ele então desprende as bainhas das costas, que caem no chão com um baque surdo.

- Ah, merda... - Ledyard e Vladimir falam ao mesmo tempo. Eles então se afastam lentamente, abrindo espaço entre o capitão e seu desafiante.

- Kit... É... Agora complicou. - Ledyard dizia, a voz carregada de preocupação.

Vladimir encostou em um canto e começou a mexer em seu rifle.

O punho do elfo começa a emanar uma energia esbranquiçada e, rápido como o vento, ele realiza o trajeto até o maxilar de Klaus. Um soco potente, mais forte do que se poderia imaginar do elfo. Ele assume a posição de combate, mantendo a guarda alta, um pouco diferente da que Liesel costumava assumir. Era mais esguia, mais veloz.

- Devia ter permanecido na cama... - Ele cospe no chão, saliva e sangue misturados. - ... Rosenstock.

Fúria.

Dano:
15 de dano. (Não letal)




Pierce adentra o laboratório, a escuridão chegava a ser sufocante. Toda aquela atmosfera era.

A entrada dá numa escada descendente, de onde o som do gotejar vinha. Aquele lugar parecia ter tido algum tipo de iluminação que ela desconhecia, mas que agora não funcionava mais.

Passa por um corredor sem outras saídas, até chegar no que parece ser um hall. O gotejar vinha de uma tubulação rebentada que formara uma poça no chão. Diversos corredores e escadas derivam desse lugar.




Para a decepção de Zahira e seus irmãos, aquele não era o esconderijo do halfling. Mas era seguro o suficiente para servir de abrigo provisório, para descansarem depois de tantas horas de caminhada.

O lugar estava vazio e aparentava ser um tipo de celeiro ou estábulo. Mas tudo ali era antigo e parecia não ser usado havia muito tempo.

Após acenderem uma fogueira, Zabrak é o primeiro a se manifestar:

- Durmam. Eu pego o primeiro turno e vamos revezando. - A voz dele estava desanimada, sem o tom sarcástico usual.

Eldest, sem rebater, prepara um lugar próximo a fogueira para deitar, enquanto Zabrak anda pelo local, procurando por qualquer coisa que tenham deixado passar.

A chuva castigava as telhas do local, incessante.




Todos olhavam para Elleanna, alguns olhares furiosos e outros confusos. Korgul se mantinha impassível.

- E quem garante que os seus já não descobriram os túneis? - O líder questiona. - Não foi assim que você encontrou nossas crianças?

Os outros chefes pareciam concordar com tudo que o líder dissesse. Se ele ordenasse que pulassem de cabeça num poço, com os braços e pernas amarrados, eles achariam a melhor ideia do mundo.

Se toda essa lealdade caísse em mãos erradas...


" A juventude envelhece, a imaturidade é superada, a ignorância pode ser educada, a embriaguez passa... porém, a estupidez é eterna, Pettri."  Mordekaisen



avatar
ritter
Iniciante

Data de inscrição : 23/06/2014
Idade : 24
Localização : Brasil, São Paulo

O que sou
Raça: Humano
Classe: Plebeu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por arcanjosna em Qua Set 02, 2015 4:53 am

Detesto esse ambiente... as lembranças são muito ruins... sinto um vazio e repulsa tão fortes... é como... se eu tivesse perdido algo aqui, algo além de minha memória... algo que me era caro.

O frio, sempre ele, junto à escuridão dava um ar extremamente sombrio e nada convidativo ao lugar. Aqueço a pele dos braços com as palmas das luvas, tentando manter-me quente, mas talvez mais por um impulso de proteção do que outra coisa.

Me lembro do quanto gritei aqui... da dor que sentia... do quanto meu corpo queimava de dentro pra fora... ter apenas isso como lembrança... é angustiante.

Começo a procurar por um ambiente que siga para algum laboratório, assim como estruturas de arquivamento nessa mesma sala e em outras... agora que comecei, terminaria. não importa quanto tempo durasse...


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 28
Localização : Jaboatão-PE... e eu achava paulista atrasado, ó kkk
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por isaac-sky em Qua Set 02, 2015 6:59 pm

"Elohim...o que foi que eu vi ali? Talvez não tenha sido nenhum dos lados, todos perderam ali"

Fico pensativo diante da descrição de Edmund. Precisava de mais informações para entender o que houve...para explicar para Karin.

"Ela acordou!" meu coração bate mais acelerado. Sentia um pouco mais feliz em saber que ela estava bem o suficiente para acordar.

Gentilmente pego a tigela com sopa da mão de Edmund e me aproximo de Karin.

- Olá, Karin. Melhor levantar com cuidado - tento parecer o mais amigável e despreocupado possível.

"Como direi que a cidade dela morreu?"



Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 24
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por Aleleeh em Qua Set 02, 2015 9:14 pm

Surpresa. As vezes ele era uma carga explosiva pronta para destruir o que estivesse em sua frente. Por algum motivo, olhando para seu semblante, podia perceber que ele não estava cem por cento ali.

Olho para Ledyard rapidamente e quando volto o olhar, sabia o que aconteceria: ele soca o rosto de Klaus com extrema força e raiva.
Vladmir e Ledyard haviam ido para trás, tentando não se envolver.
Antes que Klaus pudesse desferir outro soco, entro no meio dos dois:

- JÁ CHEGA!!! Tallaniel, vim aqui para ouvir explicações, não para ver briga de hora de recreio!

Observo sua pose, pronta para defender e desferir golpes. Era realmente de postura graciosa... mas eu era bruta. Se precisasse lutar, eu lutaria:

- Klaus... - olho para ele, preocupada - é melhor não se esforçar muito... - minha visão encontra a de Tallaniel de novo - e você, é melhor voltar para a sua postura de superior. Agora.

Teste Fajuto:

Julguei que fosse necessário rolar Intimidar. Péssima ideia, Alele.

Liesel: 1D20+9 => (1 + 9) = 10


"Dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários." C. S. Lewis






Audrey / Elizabeth / Liesel /
Chamado
Aly
avatar
Aleleeh
Iniciante

Data de inscrição : 22/12/2012
Idade : 22
Localização : São Paulo - Caern de Sampa
Emprego/lazer : Pseudo-artista

O que sou
Raça: Humana
Classe: Bruxa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por Stein em Qua Set 02, 2015 9:40 pm

O golpe faz minha visão  turvar,  e o ferimento em minha cabeça  lateja.  Perco a noção  de equilíbrio,  antes de eu mesmo levantar a guarda,  como havia observado Liesel fazer tantas vezes.

- Eu vou amassar essa sua carinha élfica de nariz empinado até você  poder ser confundido com um orc... -  Cuspo,  meus punhos assumindo um brilho arcano em resposta à ofensiva,  e já  estudava sua posição para encontrar uma brecha naquela defesa esguia. -  Filho da pult...

Liesel

Em qualquer outra situação,  eu teria odiado ser interrompido. Se fosse qualquer outra pessoa,  eu poderia ter ignorado.  Mas não  era qualquer pessoa que se interpunha entre nós dois.
Ouço o apelo de Lis,  ela parecia preocupada, mas aquilo me irritava. Ela não deveria me defender...  Quem deveria defendê-lá era eu,  e só  entrara naquela briga por ela,  porque aquele almofadinhas não  sabia ouvi-la sem demonstrar indiferença com aquele nariz empinado.
"Até  quando você  vai me defender sem que eu mesmo possa guardar você,  Lis? Não  consegui fazer isso na batalha por LeHavre, e  poderia ter te perdido por minha fraqueza.  Até  quando...? ",  o monólogo martela meu crânio  ainda mais,  e a tontura me faz baixar os punhos. " Você  é inútil,  Klaus Rosenstock... Você  não  merece o que tem... ".

Sem dar uma palavra,  viro as costas,  um olhar efusivo direcionado a Ledyard e Vladimir.
- Eu quero a resposta para o que perguntei...  Ou estou deixando LeHavre... Estou deixando os Cães hoje mesmo.


Talvez... Talvez aquilo fosse o melhor a ser feito...



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 27
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por Luthica em Qui Set 03, 2015 8:24 am



Zahira observou, com um discreto desânimo, o irmão que parecia perder seu brilho. Olhou para baixo. Não tinha como confortá-lo. Fez um som com a garganta, nervosa. Não podia fazer muito além de enchê-los de socos para que voltassem ao normal. Mas até ela sabia que não era o momento.

Quando Zabrak se afasta, resolvo conversar.

- O que acha que vai acontecer com a gente quando chegarmos na fronteira do império? ... Sabe, não quero mesmo que nós acabemos mortos. Mas isso não pode ficar assim.

Ela realmente queria um conselho de seu sábio irmão Eldest.
avatar
Luthica
Iniciante

Data de inscrição : 29/06/2012
Idade : 27
Localização : Etherland

O que sou
Raça: Fada
Classe: Digimon

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Before the Storm

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum