Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Página 2 de 15 Anterior  1, 2, 3 ... 8 ... 15  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por isaac-sky em Ter Fev 03, 2015 6:18 pm

Daryl pega o carro e se dirige ao escritório localizado na Rua Morgan. Como o apartamento é próximo, o escritor não leva mais do que vinte minutos para estacionar logo em frente ao escritório.

Elizabeth sabe que vinte minutos é tempo suficiente para a polícia chegar na cena do crime, entretanto, a ajuda de Daryl poderia ser muito útil.
A detetive vê a nuance do que parece ser Daryl.

Daryl se encontra na porta do escritório.

____________________

(Para não ser percebido, pode rolar stealth pro Nicholas)

Bobbi Joe respira fundo, claramente desapontado.

- Então ok, você tem até as oito da manhã pra aparecer na mansão. Por favor, faça algo estúpido - Bobbi guarda a pistola e se aproxima de Frank.

O meio-orc parece despertar de um sonho quando Frank o ameaça.

- O-O que? MESTRE! - o meio-orc se ergue como se lembrasse subitamente de algo - E-Eu sou Mark, m-meu chefe é rico, então ele me paga a...a roupa. E-Ele foi atacado, n-não sei...não lembro - Mark coloca a mão direita sob a testa.

Bobbi Joe se aproxima ao mesmo tempo em que Johnny abre a porta de entrada.
- Quem é o figura, Frank? - Bobbi pergunta.
- Bobbi, mensagem do chefe. Algo aconteceu no nosso território, vamos dar uma olhada - Johnny fala sussurrando.
- Ok, mas vai fazer o que com o figura, Frank? - Bobbi se aproxima - A parada era pra você cuidar disso aqui caso o Rato lutasse, mas pelo visto ele aceitou o acordo. Vai com a gente ou vai descobrir quem é esse cara?

Escolhas.





Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 23
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por ritter em Qua Fev 04, 2015 10:03 pm

Penso por alguns segundos.

- Mais simples. Vou leva-lo conosco. Ele pode ser útil.

Digo, enquanto pego em seu antebraço e começo a levanta-lo do chão.


" A juventude envelhece, a imaturidade é superada, a ignorância pode ser educada, a embriaguez passa... porém, a estupidez é eterna, Pettri."  Mordekaisen



avatar
ritter
Iniciante

Data de inscrição : 23/06/2014
Idade : 23
Localização : Brasil, São Paulo

O que sou
Raça: Humano
Classe: Plebeu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por Aleleeh em Qui Fev 05, 2015 1:38 pm

Observo a silhueta que se assemelhava com a de meu marido, cerrando levemente os olhos enquanto me aproximo da porta. Esmago o cigarro no cinzeiro, afastando-o da ponta esquerda da escrivaninha.

Com mais uma rápida olhadela de confirmação, pego a chave. Sinto a pistola na cintura, a qual poderia puxar rapidamente caso fosse necessário.

Passo a chave pela fechadura, entreabrindo a porta:

- Pode entrar, querido.

Fecho a porta atrás dele, dando um abraço sincero:

- Daryl, que bom vê-lo! Estacionou o carro direito? Pois precisamos partir logo, se não nos apressarmos a polícia abafará o caso e não teremos oportunidade de ajudar quem quer que tenha sofrido.

Pego rapidamente os pertencer que necessitaria: lupa, luvas, pequenos pacotes plásticos para guardar provas, munição, três pequenos frascos, uma caderneta e caneta preta. Por último, pego o chapéu do cabideiro e o casaco:

- Precisa de algum utensílio, Daryl?


"Dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários." C. S. Lewis






Audrey / Elizabeth / Liesel /
Chamado
Aly
avatar
Aleleeh
Iniciante

Data de inscrição : 22/12/2012
Idade : 21
Localização : São Paulo - Caern de Sampa
Emprego/lazer : Pseudo-artista

O que sou
Raça: Humana
Classe: Bruxa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por isaac-sky em Ter Fev 10, 2015 4:14 pm

Bobbi Joe sorri para a proposta de Frank.

- Ah...então você está começando a gostar dessa vida? Haha, fechado. Mas sabe as regras, se matar você limpa - Bobbi gargalha enquanto abre a porta do bar.

O carro lhes aguarda logo a frente. Mark é levado até o carro, ainda confuso e facilmente entra no carro.

- Mestre, tenho que salvar meu mestre. R-Rua Morgan... - Mark sussurra e somente Frank escuta.

- Qual é o problema que o Chefe precisou nos chamar? Cadê o Tony, Leon, todo o resto? - Bobbi questionou ao sentar no banco do passageiro. Mark estava entre Frank e Johnny.
- Sei lá cara, vamos logo. Pro Centro.

O carro começa a se mover, Frank vê a Cozinha do Inferno se afastar...mas ele sabe que um dia vai ter de voltar.

(Fábio role 1d20 e poste aqui)

____________________

Juan vê os mafiosos saírem de seu bar, deixando quase tudo intacto...somente a clientela demoraria pra voltar ali.
Um dia ou dois, dependendo do quão necessitados estivessem de uísque.

Berenice está em choque. Ela não sairia do Fruto Proibido hoje.

____________________

Elizabeth abre a porta do escritório e recebe Daryl, seu amado marido.

O frio vindo da rua parece impregnar o escritório. Um presságio de investigação...

A detetive sabe que todo segundo gasto era uma possível pista perdida. Ela e Daryl precisariam se mover logo.

(Ale/Stein, caso saiam do escritório no próximo post, o motorista rola 1d20)



Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 23
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por ritter em Ter Fev 10, 2015 5:16 pm

Frank: 1D20 => [ 8 ] = 8 #Aiai...

- Como assim salvar seu chefe? - Pergunto ao meio-orc.


" A juventude envelhece, a imaturidade é superada, a ignorância pode ser educada, a embriaguez passa... porém, a estupidez é eterna, Pettri."  Mordekaisen



avatar
ritter
Iniciante

Data de inscrição : 23/06/2014
Idade : 23
Localização : Brasil, São Paulo

O que sou
Raça: Humano
Classe: Plebeu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por arcanjosna em Qui Fev 19, 2015 9:52 am

Depois que toda a confusão e seus causadores saem do recinto vou até Berenice... Sento no chão junto a ela, e a puxo pra mim..

Ela definitivamente não merecia isso... Permanecemos juntos o tempo que necessário for, e eu não digo uma única palavra... Mas canto mentalmente pra ela uma música que ouvi no rádio pela manhã... Ela fala de tempos felizes... Assim que possível, vamos para nossas camas... Se ela me permitir, dormirei perto ou junto dela essa noite...


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

quero que o red bull vá à falência eterna e que assim seja sobre os seus filhos e os filhos dos seus filhos... aaaaaaaaláaaaaaaahhhhhhhhhh... #brinks
avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 27
Localização : Paulista - PE (o lugar que é tão atrasado que o arco-íris ainda é em preto e branco!!!)
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por Stein em Ter Fev 24, 2015 10:55 am

- Não, meu amor, deixo a análise das provas para vocês - retribuo o carinho, sorrindo gentilmente para aquela mulher que me era tão valiosa. - Vou te ajudar de outra maneira - empurro a porta, adentrando o lugar. Busco ligar os interruptores, iluminando o local, tentando identificar o ambiente ao redor. - Tome cuidado... não sabemos se somos os únicos nesse lugar que se interessam pelo caso - sussurro, deixando que ela agora me explique tudo e nos leve ás pistas.



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 26
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por Aleleeh em Ter Fev 24, 2015 5:33 pm

- Não podemos perder tempo... nem eu mesma sei os detalhes, Daryl. Longdon me telefonou e a ligação estava horrível... - pauso, ajeitando algum papel na mesa retangular - então, há um assassinato na Rua Morgan e ele pediu que eu chegasse o mais rápido possível para que a polícia não encobrisse as pistas e fingisse que nada havia ocorrido.

Um desabafo se seguia:

- Essa festividade veio em uma péssima hora!

Pego a chave do carro:

- Se quiser dirigir é só me dizer, meu amor.

Teste:

Liz: 1D20 => [ 20 ] = 20
BEIJOS, ME LIGA


"Dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários." C. S. Lewis






Audrey / Elizabeth / Liesel /
Chamado
Aly
avatar
Aleleeh
Iniciante

Data de inscrição : 22/12/2012
Idade : 21
Localização : São Paulo - Caern de Sampa
Emprego/lazer : Pseudo-artista

O que sou
Raça: Humana
Classe: Bruxa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por isaac-sky em Ter Fev 24, 2015 7:12 pm

A chuva começa a cair na madrugada. Dificilmente uma nuvem poderia percorrer toda Parnasis, mas aparentemente ela havia decidido se desmanchar em água no centro.



O motorista liga o limpador de para brisa.

- M-meu chefe...eu não lembro. Mas ele estava no centro...estava em perigo - o meio-orc balbucia palavras na língua dos orcs enquanto tenta se lembrar, aparentemente sofrendo de dor de cabeça.

Frank sente que aquela noite não terminaria tão cedo.

_____________________

Berenice permanece em choque por alguns minutos. Subitamente ela se levanta e dá um tapa em Juan.

- EU...EU NÃO...Fique longe de mim! - a moça sobe as escadas correndo, ainda em prantos.

- Minha mãe tinha razão. Eu não deveria ter fugido de casa. Mesmo que ele tenha... - a mulher nunca havia revelado muito sobre seu passado e como teria parado ali, na Cozinha do Inferno.

Berenice se tranca em seu quarto.

____________________

Elizabeth, conhecendo bem a região do centro de Parnasis e determinada em chegar logo no local, mesmo sob chuva, consegue salvar minutos preciosos.

A detetive estaciona em frente ao Noveulle, instantes antes do carro da polícia responsável pela retirada do corpo, estacionar logo ao lado.



Na entrada do beco há algumas pessoas, curiosos, observando o local. Alguns sussurram, enquanto a rua permanece um pouco mais deserta que o normal.
Elizabeth se recorda da primeira vez que visitou a Rua Morgan a noite, nem mesmo parecia que Parnasis dormia.

Um policial guarda a entrada.
- Senhores, por favor se afastem da cena do crime - diz o guarda para Elizabeth e Daryl.

Daryl reconhece o olhar de estranheza que sempre lhe lançam quando notam seu brinco e olhos de cores diferentes.

Elizabeth precisaria passar pelo primeiro obstáculo: a polícia local.

________________________________

- Que bacana, já tem até policial aqui. E uma...detetive, será? - Johnny comenta olhando da janela do carro.

- Ai Johnny, bora ver o que rolou no Nouvelle. Frank, te vira com esse dentuço ai - Bobbi e Johnny saem do carro, sob chuva, e sobem na grande casa noturna que é o Nouvelle.

O neon vermelho, imbuído de magia, parece uma versão superfaturada do Fruto Proibido: apenas mais um dos locais onde se poderia fazer o que não era permitido a luz do dia.

O motorista encara pelo retrovisor.

- Ali! É ali! C-Chefe...

Frank e Mark saem do carro. A chuva cai pesada sobre os dois.



Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 23
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por ritter em Qua Fev 25, 2015 9:06 am

Uma detetive? Droga, isso não é bom...

Saio do carro, não me importando com a chuva. Olho rapidamente em direção ao carro de polícia, contando os policiais presentes. Me viro para a criatura grotesca dentro do carro e o mando sair com um sinal rápido feito com a mão. Com a mão em suas costas, empurro ele em direção a casa noturna.

- É melhor que o que você diz faça sentido. - Digo, de forma calma ao meio-orc.

Antes de entrar no local, olho novamente para os policias.

Isso pode ficar meio pesado.


" A juventude envelhece, a imaturidade é superada, a ignorância pode ser educada, a embriaguez passa... porém, a estupidez é eterna, Pettri."  Mordekaisen



avatar
ritter
Iniciante

Data de inscrição : 23/06/2014
Idade : 23
Localização : Brasil, São Paulo

O que sou
Raça: Humano
Classe: Plebeu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por arcanjosna em Qua Fev 25, 2015 11:50 am

Tivemos um momento juntos, mas ela se vai, se tranca... Acho que avancei um sinal... A vida certamente foi dura com ela... Mas com quem não é?...

Divago em meio a um banho... Acho que preciso espairecer... Amanhã seria mais um daqueles dias em que não sei se volto...

Retomo as formulas em minha mente... Todos sempre estranharam minha capacidade de literalmente decorar... Vejo o brilho na ponta dos dedos... Teria algumas...

Me visto, como se fosse caçar... A calça escura, com folga o suficiente para me permitir executar acrobacias, sapatos leves de sola macia... Minha camisa de algodão Grosso, cobrindo todo o braço. O mitral por cima, sempre parece mais leve do que deveria ser. E outra camisa para esconder...

Meu cinto... Kukris, revólver, munição, folhas copiadas de meu grimorio escondidas no bolso, ele bem escondido atrás do vaso... Sobretudo... Luvas... Capuz.... Eu era o típico negro ladrão... Mas nessa chuva... Era só mais um de escondendo da água... Ou das lágrimas....

Saio em direção ao centro... Se conseguisse roubar algo... Talvez não tivesse que me lascar de trabalhar amanhã...


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

quero que o red bull vá à falência eterna e que assim seja sobre os seus filhos e os filhos dos seus filhos... aaaaaaaaláaaaaaaahhhhhhhhhh... #brinks
avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 27
Localização : Paulista - PE (o lugar que é tão atrasado que o arco-íris ainda é em preto e branco!!!)
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por Stein em Seg Mar 02, 2015 10:53 am

Observo o lugar com curiosidade. A Morgan sempre me causara estranheza, mas era algo mais induzido pelo mistério em si.
- Feche os olhos, Lisa - digo, me aproximando do guarda. - Boa tarde - cumprimento o homem -, encontrei uma coisa que talvez possa ser uma prova do que aconteceu aqui. Acho que não tenho competência para analisar isso... o senhor poderia conferir para mim? - tento parecer confidente, como se prestes a revelar algo importante ao guarda, oferecendo o conteúdo de minha mão. Com um movimento do dedo, jogo uma moeda para o alto em sua direção, esperando que ele apanhe por reflexo, já que ela vai em direção ao seu rosto em parábola lenta (apanhando ou não, o efeito é o mesmo se ele sequer olhar para o objeto).

- Rainbow Pattern - recito, em voz baixa, abaixando a aba do chapéu fedora para proteger os olhos, e a moeda assume uma forma brilhante fascinante, capaz de prender a atenção do soldado de maneira obsessiva, bem como todos num raio de 6 metros. - Tenha um bom dia, senhor, obrigado por nos deixar passar - digo, enquanto avanço com Elizabeth, não sem antes conjurar sobre nós dois Invisibilidade, assim que adentramos a multidão. - Tome cuidado, não podemos chamar atenção - alerto, segurando em sua mão, deixando que ela aponte o caminho.
O ambiente ao nosso redor se torna etéreo, como se tivéssemos mergulhado subitamente numa dimensão diretamente paralela àquela, e a víssemos através de uma película aquosa. Essa era a impressão de se viajar pelo plano da invisibilidade. Era possível tocar o mundo real, sentir cheiros e interagir suavemente. Porém, um movimento brusco facilmente quebraria a película e nos revelaria. Era preciso ter cuidado... e sermos rápidos.

OFF: ele dificilmente vai passar na CD 20 de will (como é escola de ilusão, eu tenho focus), e como foi mais interpretativo, eu fiz a ação direto. Pode me barrar se for o caso.



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 26
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por isaac-sky em Seg Mar 02, 2015 2:48 pm





Frank nunca havia adentrado no Nouvelle antes, apenas ouvido falar e muitas vezes ter visto a placa em neon mágico através da janela de seu caminhão de lixo.
Ele sabia que era um peixe fora d'água, talvez até mais desconexo do que o meio-orc.

- Professor Richard! - diz Mark, como se acordasse de um pesadelo.

Bobbi e Johnny não estão a vista, parecendo ter se misturado a fumaça dos cigarros.

O lugar cheirava a nicotina e bebida importada. A banda, impecável, ditava o ar francês do local.

- Senhor, gostaria de uma mesa? - uma bela moça de cabelos castanhos, facilmente confundida com uma cliente, pergunta a Frank.

Mark olha de um lado a outro, procurando por alguém.

Se algo grave ocorreu, o clube não parecia notar.

________________________________

O policial segura a moeda, tarde demais para reagir a magia de Daryl.

Um clarão lhe cega e logo em seguida parece entretê-lo.

Um homem de terno e alguém de jaleco saem do carro da polícia estacionado.

- Ei! Nada de repórteres! Estão obstruindo a cena do crime. Nada de fotos! - o aparente detetive saca de uma pistola Beretta e aponta para cima, segurando também seu distintivo.

Neste momento, os curiosos se dispersam e saem apressados, dando a oportunidade para que Daryl se colocasse invisível com sua esposa.

- Jack! Jack, o que foi? - o detetive pergunta ao policial, hipnotizado por uma luz que estava acima de sua cabeça.
O detetive e o homem de jaleco parecem não ter notado a luz gerada por Daryl.

(Ale pode rolar um teste de perception para identificar quem é o detetive ou o homem de jaleco)

A frente do casal estava um corpo...

_______________________

Juan adentra na escuridão da noite, a brisa é interrompida pela chuva pesada sobre seu corpo.
O ladrão provavelmente não se importaria em molhar-se...estar vivo era molhar-se.

Logo ao Nouvelle, algo parece diferente: a rua estava muito mais vazia que o normal e uma luz piscou brevemente.
Relatos sobre postes movidos a magia apresentando defeito estavam pipocando as dezenas na região da Cozinha do inferno, mas estaria até mesmo o centro sofrendo de problemas de administração?

(Sid, role um teste de percepção)

______________________

Elizabeth sabe que existem poucos minutos até os policiais notarem a magia que hipnotizou o policial.

Bastava apenas retirar o plástico que cobria o corpo: quem estaria ali?

Subitamente a detetive sente um calafrio na espinha.

A morte estava naquele beco.



Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 23
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por arcanjosna em Seg Mar 02, 2015 3:16 pm

 Juan: 1D20+7 => [ 14 ] +7 = 21 #percepção

A noite certamente estava fria. A rua, estava morta. Um brilho... Algo mais?


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

quero que o red bull vá à falência eterna e que assim seja sobre os seus filhos e os filhos dos seus filhos... aaaaaaaaláaaaaaaahhhhhhhhhh... #brinks
avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 27
Localização : Paulista - PE (o lugar que é tão atrasado que o arco-íris ainda é em preto e branco!!!)
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por ritter em Seg Mar 02, 2015 3:27 pm

Não é meu ambiente de costume, me sinto muito deslocado. A iluminação, de certa forma, me lembra um pouco os rings de boxe, deixando um sentimento nostálgico.

Ouço o meio-orc falando em voz alta. Ponho a mão no ombro dele e o puxo para perto, sussurrando em seu ouvido:

- Sem chamar a atenção, ogro. - A irritação em minha voz era evidente.

Olho para a garota na minha frente. Um rosto bonito, era fácil deduzir o porque dela trabalhar num lugar daqueles. Digo:

- Meu amigo aqui está procurando alguém. Talvez você pudesse nos dizer, é um tal de Professor Richard. Sabe onde ele está?

Talvez as coisas comecem a fazer sentido agora.


" A juventude envelhece, a imaturidade é superada, a ignorância pode ser educada, a embriaguez passa... porém, a estupidez é eterna, Pettri."  Mordekaisen



avatar
ritter
Iniciante

Data de inscrição : 23/06/2014
Idade : 23
Localização : Brasil, São Paulo

O que sou
Raça: Humano
Classe: Plebeu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por Aleleeh em Qua Mar 04, 2015 4:55 pm

Mesmo com os olhos fechados, sinto um flash de luz brilhar.


- Vamos, sorriam!

A máquina fotográfica havia sido posicionada na nossa frente. O fotógrafo usava um pouco de gel no cabelo para deixá-lo para trás e comportado.

A família estava junta, uma música calma tocava na rádio que chiava há cada dez segundos.

- Mais uma, por gentileza, senhor Whalter. Preciso tirar algumas para garantir e revelaremos até 12 dias.

Outro flash. Meus dedos formigavam...


Havia já um certo movimento por ali. Civis, policiais e alguns veículos que passavam. Apesar de tudo, havia um silêncio estranho. Não o silêncio comum, o que não produz som... era o silêncio das coisas capturadas apenas por quem estava ali para observá-las. Tudo estava em estado de luto.

A vítima só podia estar ali.

Daryl sempre me surpreendia; durante seu espetáculo, os policias confusos, reabro os olhos e me dirijo para frente, me sentindo encoberta por uma manta leve, quase etérea.
A magia... é misteriosa e viciante, lembro de um trecho de livro que havia lido na faculdade.

O meu objeto de estudos estava estirado no solo. Podia sentir os aromas misturados de fumaça, asfalto velho, o tijolo descascando com alguma chuva que havia se precipitado há algum tempo atrás e a leve névoa pelos outros cantos da Morgan.
Começo a analisar com calma o corpo, tentando identificar qualquer coisa que pudesse nos auxiliar a entender o que havia ocorrido ali.

Teste de Percepção:

Elizabeth: 1D20+12 => [ 12 ] +12 = 24
Elizabeth: 1D20+12 => [ 2 ] +12 = 14


Última edição por Aleleeh em Qua Mar 04, 2015 9:09 pm, editado 1 vez(es)


"Dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários." C. S. Lewis






Audrey / Elizabeth / Liesel /
Chamado
Aly
avatar
Aleleeh
Iniciante

Data de inscrição : 22/12/2012
Idade : 21
Localização : São Paulo - Caern de Sampa
Emprego/lazer : Pseudo-artista

O que sou
Raça: Humana
Classe: Bruxa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por isaac-sky em Qua Mar 04, 2015 7:10 pm

O meio-orc assente com a cabeça, se encolhendo. Mark era maior do que Frank, mas parecia muito menor por conta de sua postura assustada.

A mulher para de sorrir ao ouvir o nome "Richard". Mas sua pose de atendente volta em seguida com seu sorriso padrão Nouvelle.

- É claro, o seu amigo deve ser o cavalheiro Mark. Por favor se assentem, vou...vou chama-lo - a mulher parece nervosa e se move rapidamente para uma porta ao fundo do bar.

Mark se senta na mesa com Frank.

Quando Frank iniciou sua ascensão no boxe, ouviu muitas histórias de como os grandes lutadores tinham essa vida de luxúria e riqueza.
Se o pugilista não gostasse desse ambiente, com certeza sua mulher apreciaria uma vida abastada.

O ex-boxeador nota na mesa ao lado uma elfa de vestido vermelho. Elfos estavam começando a se tornar uma raridade, mas Frank tinha certeza que essa elfa de cabelos escuros estava além da média de beleza élfica.
Nem mesmo as orelhas de forma pontiaguda tornavam ela menos esbelta.
Os traços asiáticos, provavelmente era japonesa antes da Chuva de Petras.

A mulher levanta uma taça de vinho, gentilmente, e desvia o olhar.

Passam-se cinco minutos. Dez minutos. Trinta minutos.

A elfa se levanta e se aproxima da mesa.

- Sua amiga fugiu, Italian boy - ela sussurra no ouvido de Frank.

______________________


Um vulto. Juan tinha certeza, o que ele viu foi um vulto saindo da rua onde a luz piscou. Rápido demais para perceber algo além de uma figura encoberta pela noite e pela chuva.

A forma misteriosa abriu um bueiro numa rua paralela a Rua Morgan e adentrou.

Ladinos nessa região eram mais raros, mas extremamente mais profissionais.

_____________________


Assim que Elizabeth retira o plástico sobre a vítima, memórias a muito tempo enterradas percorrem a mente de Daryl:

Era o primeiro dia da Academia de Magia.

- Senhores, eu sou o Professor Richard. Sou o professor da escola mágica de ilusão, e antes que comecem a verborragia de estudantes do primário: não a magia não é um hobby. Não é diversão. Não é algo que você usa para sua vantagem. É uma ciência séria.
Se por acaso há alguém aqui que não concorde comigo, a porta está aberta.
Vão para o circo se querem sonhar.

Por algum motivo, Daryl permaneceu na aula



Elizabeth analisa o corpo inicialmente. Um homem, humano, aparentemente com cinquenta anos. Barba comprida e grisalha.

Há um grande corte em seu pescoço mas não há manchas de sangue. É necessário analisar mais de perto.

(Para maiores detalhes dessa investigação do corpo, role a percepção e diga o que exatamente você está procurando.
Exemplo: verificar bolsos do paletó e da calça. Ou verificar suas mãos)

O súbito reconhecimento explode na mente de Daryl: Aquele não era um mendigo, ou um simples aristocrata da Rua Morgan.

Era o Professor Richard Lawnton III. Seu velho professor de Ilusão na Academia de magia.



Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 23
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por ritter em Qui Mar 05, 2015 8:34 am

- Tsc, merda... E você não saberia onde ela teria ido, não é?

Começo a me levantar, puxando Mark pelo cotovelo, não me importando tanto em não chamar atenção.


" A juventude envelhece, a imaturidade é superada, a ignorância pode ser educada, a embriaguez passa... porém, a estupidez é eterna, Pettri."  Mordekaisen



avatar
ritter
Iniciante

Data de inscrição : 23/06/2014
Idade : 23
Localização : Brasil, São Paulo

O que sou
Raça: Humano
Classe: Plebeu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por arcanjosna em Qui Mar 05, 2015 9:15 am

Um colega? Se for o caso, pode estar vindo de um serviço bem feito... Será que eu consigo intercepta-lo? Se esteve em combate posso ter uma ligeira vantagem...

(Isaac, quero ir atrás. Mas quero estudar melhor as imediações, de forma a tentar prever rotas de fuga pra mim ou meu alvo. Assim, tomar uma decisão mais estratégica. Como proceder?)


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

quero que o red bull vá à falência eterna e que assim seja sobre os seus filhos e os filhos dos seus filhos... aaaaaaaaláaaaaaaahhhhhhhhhh... #brinks
avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 27
Localização : Paulista - PE (o lugar que é tão atrasado que o arco-íris ainda é em preto e branco!!!)
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por arcanjosna em Qui Mar 05, 2015 10:30 am

Vou até o bueiro. Conjuro blend sobre mim. O efeito de camuflagem Elfica se ativa. Aguardo uns poucos segundos. Ativo shadow veil. Após a fumaça negra tomar o ambiente, abro cuidadosamente a tampa, de forma que nem eu nem a tampa sejamos vistos...

Stealth (45)


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

quero que o red bull vá à falência eterna e que assim seja sobre os seus filhos e os filhos dos seus filhos... aaaaaaaaláaaaaaaahhhhhhhhhh... #brinks
avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 27
Localização : Paulista - PE (o lugar que é tão atrasado que o arco-íris ainda é em preto e branco!!!)
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por Stein em Sex Mar 06, 2015 12:31 pm

- Lawnton...- observo o corpo de meu antigo professor, tantas lembranças que eu simplesmente odiaria esquecer. A forma como ele estava estirado, degolado, me revoltava. Era uma humilhação que Lawnton não merecia, por mais duro que aquele homem fosse.- Quem teria motivos pra fazer tal atrocidade?
Explico em poucas palavras a Lisa quem era aquele homem e onde o havia conhecido. Ela conhecia a Academia Arcana sobre meu intermédio e deveria se recordar de quando havia comentado sobre quem havia me ensinado minha arte predileta, o ilusionismo.
- Ele é um homem importante na Academia. Deveria ter alguns inimigos escolásticos, mas nunca imaginei que chegariam a tal ponto... Não sei se ele tinha alguma riqueza física para ser roubado, ou se o motivo foi vingança... Mas esse homem tinha um conhecimento muito elevado... Não me estranharia se o motivo de sua morte fosse o fato de saber demais...



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 26
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por Aleleeh em Seg Mar 09, 2015 2:36 pm

O mundo todo parece se anuviar da minha mente e meu foco se torna apenas o corpo que estava ali. A única coisa que resta em minha mente é a minha própria voz, limpa, suave, coordenando as funções mentais para o que precisava ser feito.

Investigar era mais que um hobbie ou profissão: era a união de sorte, dom, esforço pessoal e paciência. Essas características eram chamadas de Inspiração, fazendo a mente trabalhar para resolver cada parte do quebra-cabeça sem grandes distrações.

Testes:

Uso Inspiração: http://www.d20pfsrd.com/classes/hybrid-classes/investigator#TOC-Inspiration-Ex-

Teste de Percepção:
Elizabeth: 1D20+12 => [ 18 ] +12 = 30
Inspiração:
Elizabeth: 1D6 => 4

Resultado da Percepção: 34
Gasto: 1/4 pontos de Inspiração

Analiso o corte no pescoço e, em seguida, procuro vestígios do assassino ou do que afligiu aquele corpo pelas áreas próximas ao pescoço como ombros e peito.


"Dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários." C. S. Lewis






Audrey / Elizabeth / Liesel /
Chamado
Aly
avatar
Aleleeh
Iniciante

Data de inscrição : 22/12/2012
Idade : 21
Localização : São Paulo - Caern de Sampa
Emprego/lazer : Pseudo-artista

O que sou
Raça: Humana
Classe: Bruxa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por isaac-sky em Seg Mar 09, 2015 4:24 pm

Juan pensa em seguir o provável ladino em sua fuga. Roubar de um ladrão talvez lhe desse algum perdão...

A rua do bueiro está deserta e não possui nada além da luz de penumbra de um poste quase sem energia.
Se ele iria se aventurar em encontrar esse ladino, teria de entrar na toca do coelho.

Juan abre a tampa do bueiro e entra no complexo sistemas de esgotos de Parnasis.

Mas não há nada além da total escuridão, a água fétida na altura do calcanhar, e o desconhecimento do local.

(Pode rolar um teste de Conhecimento(dungeoning)).

___________________________

Daryl explica a Elizabeth sobre quem era a vítima, enquanto a detetive realiza uma inspeção mais detalhada.

Elizabeth junta peças muito rapidamente, sua inspiração lhe fora muito útil agora:

A falta de sangue se torna um detalhe muito evidente, sendo que o corte no pescoço parece ser limpo demais: não há sangue no ferimento, não há sangue nas roupas.
As únicas marcas são algumas escoriações na região do peito e ombro direito: o professor havia lutado.

Após tantos homicídios que havia investigado, sua observação lhe revela o óbvio: o corpo estava muito pálido e frio, com certeza já se passaram horas desde a morte. A falta de sangue também denota que o corte havia sido feito muito tempo depois da morte do professor.

Mas se não havia sido o corte no pescoço, o que o matou?

- Vamos logo! Pega o saco. Quero cair fora daqui logo - o médico legista e o policial seguiam as ordens do detetive.

Esse agora é o último segundo para analisar o corpo.

___________________________

Frank levanta Mark que não protesta. O meio-orc parece anuviado, buscando memórias que haviam se apagado de sua mente recentemente.

- Ela pegou a saída dos fundos. Vai dar num beco...cuidado com a chuva - a elfa se retira e vai até o balcão pedir mais alguma bebida.

O ex-pugilista abre a porta dos fundos com violência, chamando a atenção dos funcionários do Nouvelle (que não protestam).

- Olha só, alguém aqui precisa aprender boas maneiras - No beco, sob chuva, uma figura misteriosa vestida num terno saca de uma adaga. Outros dois humanos se juntam e formam um círculo em volta de Frank e Mark.
- Esse aí nem ta armado, haha, vai ser fácil.

(Frank, pode rolar iniciativa)



Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 23
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por arcanjosna em Seg Mar 09, 2015 5:35 pm

está escuro. pra mim, pra ele também. sigo meus passos lentamente envolto em meu manto, tentando compreender o que se passara... se há alguma espécie de local para se esconder e qual caminho meu colega deve ter tomado....

Dungeon [15]+3(int)=18
Percepção [18]+8(gr)-1(wis)=25

avalio os rastros de meu alvo...


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

quero que o red bull vá à falência eterna e que assim seja sobre os seus filhos e os filhos dos seus filhos... aaaaaaaaláaaaaaaahhhhhhhhhh... #brinks
avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 27
Localização : Paulista - PE (o lugar que é tão atrasado que o arco-íris ainda é em preto e branco!!!)
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por ritter em Ter Mar 10, 2015 12:01 pm

Frank: 1D20+8 => [ 14 ] +8 = 22 #Iniciativa

Rapidamente vou me mover na direção do alvo sacando a faca. Com os punhos em guarda, desfiro um gancho em direção ao queixo do homem.

Frank: 1D20+5+2 => [ 4 ] +5+2 = 11 #Knockout


" A juventude envelhece, a imaturidade é superada, a ignorância pode ser educada, a embriaguez passa... porém, a estupidez é eterna, Pettri."  Mordekaisen



avatar
ritter
Iniciante

Data de inscrição : 23/06/2014
Idade : 23
Localização : Brasil, São Paulo

O que sou
Raça: Humano
Classe: Plebeu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1 - Um monte em solo americano

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 15 Anterior  1, 2, 3 ... 8 ... 15  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum