A luta por Gaia - África

Página 6 de 19 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 12 ... 19  Seguinte

Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por isaac-sky em Qua Set 03, 2014 1:24 pm

Vejo a raiva de Hawk ao mancar ao meu lado.

- Ei, Hawk. Vencemos, estamos vivos. Só basta descobrir o que fazer agora...e o que aconteceu.

Olho ao redor e vejo vegetação.

- Não conheço muito bem a África, mas não acho que se tenha esse tipo de vegetação nessa região...




Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 24
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por arcanjosna em Qua Set 03, 2014 1:36 pm

- isso é claramnte a presença do oásis Ralf. O caern gera isso eu creio.


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 28
Localização : Jaboatão-PE... e eu achava paulista atrasado, ó kkk
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por Stein em Qua Set 03, 2014 5:16 pm

Desperto confuso. Sinto a areia quente abaixo de meu corpo, e isso me trás uma sensação de alerta subito, me colocando sobre as quatro patas instantaneamente.
Estudo o ambiente ao meu redor. Rapidamente reconheço meus amigos, os companheiros que lutaram comigo em uma batalha que ocorrera, possivelmente, há alguns minutos...mas que parecia ter sido há décadas, pois incontáveis eram os sonhos que havia concebido naquele curto repouso forçado.
Noto, entao, a forma imponente da pirâmide à nossa frente, que parece assumir um brilho místico de segredos e poderes ocultos. Não me lembrava com exatidão dos acontecimento, minha memória falhava em diversos pontos, talvez um mecanismo instintivo de meu cérebro para preservar a sanidade. E era isso que respondia a Ralf: não me lembro. Simples assim.
Vejo que todos parecem bem, se considerarmos nosso grupo, mentores e Taiwo, mas...
- Onde estão os outros? - questiono ao vazio na língua garou, referindo-me ao resto do Caern de Taiwo. - Gaia...viemos buscar ajuda e trouxemos a desgraça... o nome desta matilha deveria ser Arautos dos Ventos Sombrios! - estava revoltado,  dessa vez falo com minha matilha, virando-me para eles. - Não importa mais, o que quer que tenha ocorrido aqui, precisamos encontrar abrigo e auxílio. Se tivermos um mapa, talvez seja fácil localizar uma cidade próxima. Precisamos fazer isso sem demora, nunca mais pretendo andar à esmo novamente, não quero me sentir perdido no mundo nunca mais...a culpa de tudo isso foi nossa, foi falta de preparo e conhecimento. Vamos agir a partir de agora e não sermos levados pela correnteza de experiências unicamente alheias a nós. Espero que entendam que minha dureza não faz referência direta à vocês, e nem é um ato de depreciação de seus auxílios. Apenas precisamos crescer também - faço um meneio aos mentores.
Algo havia mudado dentro de mim. Algo me dizia que o velho Scar havia dado lugar a um garou mais maduro. Já não era eu tão verde quanto antes.

É só então que percebo a garota da qual não havia tomado conhecimento. Me aproximo, tocando sua pata com o focinho, um cumprimento gentil de minha natureza lupina.
- Olá... sou Scar. Quem é você? Está perdida?


Última edição por Stein em Qua Set 03, 2014 6:28 pm, editado 1 vez(es)



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 28
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por isaac-sky em Qua Set 03, 2014 6:10 pm

Ajeito o chapéu enquanto Scar fala. Suas palavras são duras, ele deve ter passado por algo bem mais intenso enquanto eu e Hawk corríamos até eles.

- Me lembro de estar com Chermont e Hawk na Umbra e entramos na pirâmide, de alguma forma. Enfrentamos o espírito do garou e eu o derrubei com minha adaga...não sei Scar, acho que mesmo se não tivéssemos feito nada, o cara teria feito o que fez e o desastre viria - respondo a Scar.

O sigo quando vai cumprimentar a garota.

- Ralf - digo, levantando a mão direita rapidamente.




Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 24
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por Aleleeh em Qua Set 03, 2014 7:05 pm

África e a Matilha - Um novo dia

Mordekaisen parece confuso, se afastando um pouco de Pettri para retomar a conversa:

- Eu não sei se conseguimos, mas aquele cara ali - ele aponta o focinho para Taiwo - deve saber o que houve...

Taiwo parece respirar com muito sofrimento, afundando os dedos na areia. Ele escuta Darún questioná-lo e responde sem virar para todos mas se fazendo audível:

- Nós protegíamos esse local, Darún. Essa missão nos foi dada há muitos anos e fomos acolhidos pela Pirâmide da Lua e sua dádiva da água e vida no deserto. Sobrevivemos aos intempéries por muitos anos e protegemos o Caern com nossas vidas... b-basicamente, o ritual consistia em fortalecer o Pacto com o espírito da Pirâmide. Em troca das oferendas e do respeito pelo Caern, ele usava sua influência para embaralhar os acessos à Umbra de toda a extensão do Saara. Nisso, o Caern também mudava de posição a cada novo ritual feito, dificultando emboscadas e oferecendo proteção aos segredos que residem naquela Pirâmide.

Ele parece respirar fundo, olhando para o lugar onde deveria estar a Pirâmide. Finalmente ele retoma:

- Há alguns meses, nossos batedores localizaram há uns três quilômetros de distância uma espécie de Caern ou Seita. Tentamos entender do que se tratava e, para nosso espanto, não eram apenas garous... e eles não eram nada receptivos. Existiam humanos com eles e outros seres que não soubemos identificar. Com algum tempo de espionagem constatamos que eles estavam fazendo rituais também, de modo a alterar a vida no deserto. As enormes tempestades de areias eram resultado da força deles. E mais...
para cada ritual feito, nós começamos a notar diferenças no tempo... algumas vezes voltávamos minutos, segundos... até que esse tempo foi aumentando. Mas não podíamos parar. O Espírito começou a ficar bravo com a falta de pontualidade que estávamos demonstrando e tivemos que manter o pacto, embora isso afetasse toda a minha Matilha. Para ser sincero... sinto que voltamos muito mais agora. Eu conhecia essa área como a palma da minha mão... não consigo reconhecer nada.

Chermont parece irritado, balançando a cauda de um lado para o outro e batendo ela no solo quente e arenoso:

- MAS QUE PORR* VOCÊS ESTAVAM PENSANDO? Por que não tentaram conversar com a outra seita? E isso era mesmo de um Incarnae? Era o avatar dele naquela porcaria de Pirâmide? - ele inicia uma espécie de escavação na areia, sem sucesso - Droga, droga, droga, só posso estar ficando louco! Por Gaia, o que está acontecendo?!


Chloe levanta seu corpo e pelos lustrosos e esbranquiçados. Um lupino e um humano tentavam se comunicar contigo e você conseguia os compreender.
Você escuta a conversa, assim como todos ali em volta e sente um medo pelo que estava acontecendo. Apesar de tudo, seus interlocutores pareciam amigáveis e bondosos, o que não lhe despertava muita desconfiança nem o instinto de atacar por sobreviver.


"Dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários." C. S. Lewis






Audrey / Elizabeth / Liesel /
Chamado
Aly
avatar
Aleleeh
Iniciante

Data de inscrição : 22/12/2012
Idade : 22
Localização : São Paulo - Caern de Sampa
Emprego/lazer : Pseudo-artista

O que sou
Raça: Humana
Classe: Bruxa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por ritter em Qua Set 03, 2014 8:11 pm

Não.

Me levanto. Olho desconfiado para meu mestre. Começo a andar em sua direção, o ódio aparente em olhar. Minha respiração fica mais forte. Começo a andar meio para os lados, sem tirar meus olhos amarelos de dentro do lobo negro em minha frente.

Não.

Tudo parece mais claro. Porque não percebi isso antes?

Não.

O dia da morte de minha mãe, porque ele estava lá? Porque aquele olhar triste? Porque? PORQUE?

NÃO!

Arfando fortemente, falo de forma pausada, ainda não acreditando em minhas palavras:

- P... Pai? Você... é... meu... PAI?!


" A juventude envelhece, a imaturidade é superada, a ignorância pode ser educada, a embriaguez passa... porém, a estupidez é eterna, Pettri."  Mordekaisen



avatar
ritter
Iniciante

Data de inscrição : 23/06/2014
Idade : 24
Localização : Brasil, São Paulo

O que sou
Raça: Humano
Classe: Plebeu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por arcanjosna em Qua Set 03, 2014 8:34 pm

Observo as palavras de Taiwo e do lobo a quem não conheço. Vejo o desespero do jovem garou. Gamília realmente era tudo. Deve sempre ser tudo.

-somos todos uma grande familia. Não percamos nosso foco aqui. Vamos reocipar o caern. Algo me diz que o.ritual deu certo.

Vou caminhando até kelsey e vejo se a garota esta bem, avalio seu estado geral


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 28
Localização : Jaboatão-PE... e eu achava paulista atrasado, ó kkk
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por Hayka Alchemist em Qua Set 03, 2014 9:17 pm

OFF: perdão a demora do post, me confundi com as datas do retorno >.<

Meus olhos vão se abrindo lentamente, e uma luz muito forte os atinge. Estava acordando, era hora de agradecer a Gaia por me permitir estar ali, abrindo os olhos e falando lentamente, recito.

-Bom Dia Gaia
Me permitiste óh!
A viver mais um dia
Entre tua cria.

Me rolo sobre o local, e ao sentir a areia me lembro que estava no deserto, e que estava a caminho da seita de músicos, me lembro então que vi uma priamide de longe, que ao adentrar percebi ser um Caern, porém não me lembro de mais nada após isso, uma luz, e agora estava dormindo.

-O será que houve lá? Um ritual, o que te ofereceram óh, Gaia!?

Me levanto então, e observo e vejo a pirêmide ao longe, e ia começar a correr em direção a ela, quando sinto minha pata ser tocada por um fucinho, o que me faz olhar para trás e vejo um primo, de pelagem marrom, sinto um medo, mas ele e querer ajudar.

-Chloe... Mais ou menos, mas em meu caminho ontem um clarão me apagou, e acordei agora. Algo aconteceu, mas não sei o que foi. Espero que a Mãe não esteja furiosa.

Vejo um humano se aproximar também, o que faz meu coração acelerar por um momento, não me sentia em paz na presença de humanos, ele me comprimenta, parece ser amigo do lupino, mas não compreendo humanos, e isso me gera medo. Dou dois passos para trás.

-Chlo...e - demonstro a insegurança

-Gaia me ajude,
Estou com medo,
Sei que são tuas crias,
Mas não os compreendo - sussurro
avatar
Hayka Alchemist
Iniciante

Data de inscrição : 18/06/2014
Idade : 23
Localização : São Viselva

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por Yoru em Qua Set 03, 2014 10:24 pm

      Gravemente ferido, exausto e indescritivelmente perdido.
       Vincent agradece e afirma estar tudo bem com um simples olhar e meneio de cabeça a Darún. A perna insistia em agredir sua concentração com uma dor latejante. As vestes e algumas partes do corpo ainda tinha rastros do fogo brutal e ventos cortantes, literalmente. Permanecer sob os raios do sol só garantiria uma cicatrização horrível. Onde está meu manto?, procurou sua proteção nas areias entorno, e minha bolsa? Minhas armas?!.
       Ali, sentado entre lençóis arenoso formados por seu próprio peso, o Raposa mira em derredor de todos, semicerrando os olhos no reflexo quente das dunas.
       Amanheceu?
       Todos se locomoviam por algum motivo, ele decidiu afastar-se do solo fervente. Cambaleou e por pouco não desequilibrou ao se erguer. Percebeu ambos os lupinos ao seu lado, e fragmentos de uma batalha há muito combatida o fazia crer que eram formações de um conto heroico com suas imagens. Foi um sonho? Não. Um pesadelo?...
       Também não. Para um tecelão dos sonhos, distinguir situações reais das paragens ilusórias era um dever. Ao recobrar os sentidos e as memórias, o rapaz ouvia atentamente as conversas.
       Mais alguém, sopesou a pelagem branca do indivíduo solitário que despertava junto do grupo, respondendo às apresentações de Scar e Ralf. Uma fêmea. Parece jovem.
       Ignorou-a ao juntar as palavras trocadas entre os veteranos e o guia umbral. Falavam sobre seitas mistas entre metamorfose e humanos, além de rituais de passagem temporal. E ficou boquiaberto ao compreender onde haviam chegado... retornado, mais precisamente.
       — O que você está dizendo, Taiwo? — questionou entre as reprimendas de Chermont, que estava muito aborrecido. — Por acaso isso é possível? Está dizendo que as tempestades desérticas são resultantes desses ritos ilegais? — Vincent permaneceu abismado, até conseguir a coragem para concluir. — Retornar no tempo é um desafio às leis de Gaia, não pode estar acontecendo.
avatar
Yoru
Iniciante

Data de inscrição : 05/05/2012
Idade : 24
Localização : São Vicente
Emprego/lazer : Programador de Sistemas/Aspirações: Literatura, Arte e Games

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ladino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por isaac-sky em Qua Set 03, 2014 11:22 pm

Sorrio quando vejo o jeito engraçado da garou falar.

- Somos garous...de passagem, mocinha - digo levantando o chapéu - não tenha medo de nós. Pelo menos não de mim. O que faz nesse deserto?

Coloco o chapéu de volta.

Franzo a testa quando escuto Taiwo.

- Voltar no tempo? O que!? Isso... - eu ia dizer que não faz sentido. Mas ultimamente coisas que não fazem sentido são o padrão.

Vejo que Vincent está mancando.
- Vincent, lembra do que aconteceu lá dentro?





Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 24
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por Stein em Qui Set 04, 2014 12:22 pm

- Aconteceu um acidente - digo a Chloe -, e não faço ideia de onde nós estamos agora...acho que você não é a única a estar perd....o que? Viagem no tempo?! - arregalo os olhos ao ouvir isso, e sinto as patas tremerem. - Do que estão falando? Isso é impossível! Nunca ouvi falar te tal fenômeno! - balanço a cabeça, incrédulo.
Respiro fundo, deixando o ar quente escapar por minhas narinas, tentando manter a calma.
- Pode nos acompanhar, se assim o quiser, Chloe, ficar nesse lugar sozinha pode ser mortal - convido. - Esse é Ralf - aponto com o focinho -, é o nosso membro mais puxado da sociedade humana, Apesar do cheiro forte de concreto e fuligem, ele é legal, e está entendo nossa língua agora. Aquele ali é o Hawk, um primo lupino, meio sério demais, meio esquentado demais, mas ele é muito legal depois que você conhece ele bem. E aquele ali, com cheiro de raposa, bem, é o nosso kitsune, nossa ajuda inesperada do oriente. Ele fala difícil e muitas vezes não entendo suas analogias, mas...ele é esperto, como uma raposa deve ser, e isso faz nosso grupo mais forte com sua presença. Ah, aquela moça ali, com carinha de índia, é a Kelsey, nossa Uktena. Pois é, você já deve ter percebido que nossa matilha é bem...diferente, né? E por último, esse é o Pettri, nosso outro irmão lupino, que era o mais novo no grupo antes de você...digamos que nos conhecemos no calor do combate, e é justamente por isso que confio nele. Essa é nossa matilha. Gostaria de conhecer mais cada um, acho que não tive o espírito para empreender isso antes, mas o farei assim que tivermos tempo.
Me aproximo de Chloe, farejando atrás de suas orelhas, registrando seu cheiro em minha mente. Era agradável...musical de alguma forma.
- Sinta-se à vontade para vir conosco, mas saiba que estamos em uma missão perigosa. Estamos buscando informações sobre alguma seita maligna ligada à Wyrm e a um incidente obscuro que ocorreu há algum tempo. Estamos buscando pistas sobre o inimigo, Chloe,  e esse não é um inimigo pessoa nosso, mas de toda a Nação Garou...



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 28
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por Hayka Alchemist em Qui Set 04, 2014 3:42 pm

"Um hominídeo? Ainda assim, o fato de ele estar nessa forma me sinto deslocada" - penso

Dou uns passos a frente novamente, tentando não demonstrar esse medo, mas minha idade não me permitia controlar muito bem essas coisas. Escuto as palavras do Scar.

-Acidente, aquilo aconteceu por acidente? Não devo estar tão perdid....

Sinto meu coração gelar ao ouvir aquelas palavras, não era possível, tudo bem que eu estava encarando aventuras e vivendo cada vez mais perto dar maravilhas que Gaia tinha criado, mas voltar no tempo? Na hora me lembro de meu pai, minha mãe, meu irmão, minha matilha, meu caern, todos que conhecia, não existiam ou já teriam morrido?

-Tempo,
Mãe não entendo!
Quero minha casa,
Me ajuda, óh Gaia! - recito com uma voz triste e confusa.

Não muito ao certo o que fazer, naquele momento Scar me apresentava o seu grupo, não os conhecia, mas acho que não tinha escolha, teria de ficar com eles, e encontrar um modo de voltar para casa. Ele vem em minha direção tentando gravar meu cheiro, faço o mesmo, aventura e coragem, era este o cheiro dele, me aproximo um pouco Ralf, o humano, e tento gravar seu cheiro, na forma de humano não conseguia pegar muito, mas era algo familiar, música.

-Eern... acho que não tenho muita escolha... - tento parecer forte agora- e se a Wyrm está tentando acabar com a ordem de Gaia, isso me irrita profundamente. - o real motivo me volta a cabeça - Espero conseguir voltar para nosso tempo, eu quero rever meu pai, minha mãe e meu irmão.
avatar
Hayka Alchemist
Iniciante

Data de inscrição : 18/06/2014
Idade : 23
Localização : São Viselva

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por isaac-sky em Qui Set 04, 2014 3:57 pm

Fico um tanto sem graça quando vejo a garou nova se aproximando de mim para gravar o meu cheiro. Haviam muitos costumes dos garous que eu ainda precisava me acostumar.

- Então, é...hummm, acho que posso tentar sanar essa dúvida - pego meu celular e verifico se há bateria e sinal.

Se houver sinal, tento ligar no celular de Walter. Caso não atenda, ligo para o baixista da banda, Andersen.




Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 24
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por Aleleeh em Qui Set 04, 2014 6:14 pm

África e a Matilha - Um novo dia:

Mordekaisen se afasta, contemplativo:

- Foi... foi modo de dizer, Pettri. Isso não é assunto para agora, parece que nos perdemos de alguma forma da nossa linha de tempo. Não sei o que isso significa e isso me deixa irritado. Mas... - ele se vira para você, olhando fixamente para tudo o que você representava - você tem esses mesmos olhos que a sua mãe tinha... acho que é por isso que eu quis te ensinar o caminho Garou.  Suas dúvidas serão sanadas mais tarde, quando estiver pronto.

Um "E quando eu também estiver pronto..." se você pudesse ler pensamentos. Mas você não podia.

Ralf, Scar e Chloe tentam confraternizar entre si e não se sentem de modo algum ameaçados, embora a novidade causasse aquele certo arrepio nos pelos do corpo. Nesse momento, Ralf saca seu smartphone e o aparelho não consegue achar sinal algum.
No visor, em letras pretas e fonte 12, aparecem as palavras: Sinal Inexistente.

As letras dos contatos parecem trocadas e o canto do visor do aparelho está cheio de riscos de estáticas. A bateria estava superaquecendo por algum motivo e, quanto mais você abria abas e telas, mais confusas as letras e informações se mostravam, junto com riscos avermelhados e esverdeados.

Vincent manca ao se levantar e encontra todos os itens que carregava no dia anterior. Pelo menos um alívio no meio daquele turbilhão que o havia tragado. As palavras de Taiwo parecem ressoar na sua mente como se não pudessem se encaixar, mas, no fundo, fazia algum sentido.
Seus métodos exigem apuração; sempre exigiram. Mas as coisas haviam se tornado muito confusas.

Darún se aproxima de Taiwo:

- Por Gaia... isso é muito sério. Temos que descobrir em que linha estamos... - ele se vira para o restante do grupo - parece que tivemos uma espécie de salto no tempo. Já li sobre uma arte, alguma vez, de mexer com muitas linhas do universo. Mas é muito perigoso e estritamente proibido realizar esse tipo de ritual que nem é difundido entre a Nação Garou. Não sei como desfazer esse erro, estamos contando com você, Taiwo, para nos auxiliar. Precisamos sobreviver e o primeiro passo é encontrar abrigo e tratar os ferimentos. Não foi uma batalha fácil - ele olha para a lupina de pelagem branca - e parece que encontramos mais uma companheira além da dupla de Peregrinos - ele se volta para Mordekaisen e Pettri - e contamos com a colaboração de vocês também.

O trabalho de um Phillodox não costumava ser fácil. Mesmo tendo coragem, o medo estava sempre ali, agarrado.

Chermont continua batendo os pés no solo, irritado:

- A Pirâmide 'tá longe, eu 'tô com sede e não 'tô afim de me envolver em brigas tão cedo. O que vamos fazer? E esse celular aí? Se tiver sinal a gente pede ajuda para alguém, devo ter um ou dois contatos junto com Diana... - ele parece devanear olhando para Ralf - uma vez arranjei um muito bom no esgoto mas acabei perdendo ele em algum lugar...

O ar estava cada vez mais quente e era muito difícil manter os pés e patas no solo quente e arenoso por mais de dez segundos sem ter que se reposicionar. A fome e a sede machucavam seus organismos mas o cansaço não estava afligindo tanto, já que dormiram por horas indeterminadas.
Olhando para o sol à pino no firmamento, vocês poderiam calcular que era por volta do meio-dia, o pior horário para ficar debaixo do sol sem proteção e água. E o sol no deserto era centenas de vezes mais forte do que o sol de meio-dia da Europa.
O que preocupava era o salto no tempo e os problemas que Taiwo relatou ter observado em sua matilha com esses saltos. Uma situação ruim que piorou, esse era o diagnóstico. Pelo menos estavam juntos e vivos por mais um dia.


"Dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários." C. S. Lewis






Audrey / Elizabeth / Liesel /
Chamado
Aly
avatar
Aleleeh
Iniciante

Data de inscrição : 22/12/2012
Idade : 22
Localização : São Paulo - Caern de Sampa
Emprego/lazer : Pseudo-artista

O que sou
Raça: Humana
Classe: Bruxa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por isaac-sky em Qui Set 04, 2014 6:27 pm

- Sem sinal, Cher - digo, olhando para o celular. "Ah não, não é hora de derreter a bateria!"

Desligo o celular e tiro a bateria. Deixo a carcaça e a bateria no bolso da calça.

- Ficar no sol não vai ser uma boa. Vamos dar o fora daqui, Taiwo. Pra que lado fica a cidade mais próxima? Ou acha melhor voltarmos pra pirâmide e aguardar o sol baixar? Não sou nenhum expert em desertos, mas se for como nos filmes eu acho que o frio da noite é mais fácil pra gente que o sol.

Aguardo a resposta do garou e olho ao redor para a matilha.

"O trabalho de um Filho de Gaia é mediar, certo? Então vamos achar uma boa solução aqui"

- Se encontrarmos uma cidade, vai dar pra ter noção de que dia estamos.




Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 24
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por ritter em Qui Set 04, 2014 7:57 pm

Estou preparado desde a morte de minha mãe.
Prefiro não comentar, não era o momento. Já tínhamos coisas piores para nos preocuparmos. Ainda bravo, olho para o Garou que falava (Ralf):

- Concordo, irmão. Mas talvez fosse melhor irmos pela Umbra, não acha? Há alguém que conheça os caminhos por essas regiões? Nosso guia foi... Bem, está descansando ao lado da mãe agora.


" A juventude envelhece, a imaturidade é superada, a ignorância pode ser educada, a embriaguez passa... porém, a estupidez é eterna, Pettri."  Mordekaisen



avatar
ritter
Iniciante

Data de inscrição : 23/06/2014
Idade : 24
Localização : Brasil, São Paulo

O que sou
Raça: Humano
Classe: Plebeu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por arcanjosna em Qui Set 04, 2014 8:17 pm

Observo kelsey e a empurro com o focinho

-vamos garota, levante dessa areia quenre. Você precisa se cuidar. Erga-se, vamos.

Empurro kelsey para que levante.

-GAROUS, ESTAMOS QUEIMNDO NESSA AREIA QUENTE ENQUANTO TEMOS UM OÁSIS À FRENTE. VAMOS SEGUIR AO RIO E BEBER AGUA. LÁ CONVERSAREMOS!


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 28
Localização : Jaboatão-PE... e eu achava paulista atrasado, ó kkk
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por Aleleeh em Qui Set 04, 2014 10:53 pm

África e a Matilha - Um novo dia:

Taiwo tira os dedos da areia, deixando sulcos no terreno. Ele se levanta, ainda observando aonde deveria estar o Caern e sua matilha:

- Preciso... me despedir, primeiro. Ramla, você sempre foi forte e astuta, nunca voltou derrotada de uma batalha. Morreu batalhando, protegendo nossos ideias. Que seu caminho no porvir seja tão forte quanto o seu caminho na terra. A Umbra foi presenteada com seu espírito. Adeus, irmã.
Shujaa, seus olhos e sua valentia sempre nos protegeram. Vigiou e guardou o Caern com todas as suas forças e esteve conosco nos momentos mais obscuros da caminhada no deserto. Siga seu caminho em paz, amigo.
Masomakali, seus olhos estiveram sempre de olho no que Gaia desejava para nós. Luna te abençoava com amor e você fazia sua inteligência valer. Seu olhos não serão esquecidos jamais. Até mais, companheiro.
Hondo, contar com sua fúria era uma honra. Sua força, impetuosidade e tática de guerra eram excepcionais. Obrigado pela honra de lutar ao seu lado e ouvir o clangor de suas espadas e de sua sabedoria contra os inimigos. Que essa sabedoria possa ser ensinado para os filhos de seus filhos e transporte sua energia pela Umbra até o fim dos tempos e além.
Por último...
Jemadari. Crescemos juntos, morávamos juntos em um orfanato. O homem que eu mais conhecia foi o responsável pelo nosso último dia como matilha. Espero que Gaia tenha a compaixão necessária para manter sua fúria sem nos trazer danos no porvir. Eu perdi meu irmão no momento em que me traiu... mas sua lembrança dos dias bons antes da corrupção que lhe abateu ficarão para sempre em minha memória. Adeus, para nunca mais.

O garou africano, o único sobrevivente, faz um movimento solene, deixando suas palavras serem arrastadas pela brisa quente que vinha de dentro do continente e balançava as areias do Saara.
Após um longo minuto de silêncio, ele se vira para vocês:

- ... temos duas opções. Ou vamos conferir a pirâmide ou procuramos alguma cidade. Não tenho mapas, sinto lhes informar. Infelizmente, o mapa ficou junto com o Caern, perdido em uma linha de tempo que parece distante da nossa. O rato, amigo de vocês e protegido, consegue localizar trilhas umbrais? - ele se vira para Hawk e Kelsey - E precisamos achar logo água. Podemos nos dirigir até lá mas peço cautela. Mais erros não terão justificativa para mim...

Chermont começa a andar de um lado para o outro, tentando localizar alguma coisa. Mas a fome e sede eram claras e devastadoras no deserto e ele não se sentia bem para sair correndo e procurando como sempre fizera.

Kelsey se levanta, apoiando um dos braços em Hawk:

- Parece que irei ficar bem. Precisamos andar logo e nos proteger do sol... ou iremos morrer aqui, no meio de toda essa areia.

Ela diz isso olhando para a estranha areia branca que residia em seu ombro anteriormente cortado e sangrando, procurando entender o que estava acontecendo.

Para Pettri a imagem de seu guia umbral sendo trucidado e sua cabeça rolando na areia não era nada agradável de se lembrar, o que lhe causava náuseas e arrepios. Uma morte horrível para um companheiro, um primo.

A bateria e a carcaça do smartphone descansam no bolso de Ralf e o sentimento de fome e sede se torna mais claro em seu organismo.
Role um teste de Inteligência + Sobrevivência.


"Dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários." C. S. Lewis






Audrey / Elizabeth / Liesel /
Chamado
Aly
avatar
Aleleeh
Iniciante

Data de inscrição : 22/12/2012
Idade : 22
Localização : São Paulo - Caern de Sampa
Emprego/lazer : Pseudo-artista

O que sou
Raça: Humana
Classe: Bruxa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por isaac-sky em Qui Set 04, 2014 11:16 pm

- O Chermont sabe viajar pela Umbra, ele quem nos trouxe no deserto. Mas acho que ele não tá tendo muito sucesso agora...


Me aproximo de Taiwo. Sinto o peso de sua dor.

- O espirito de Jemadari lutou até o fim também, Taiwo. Vamos seguir em frente, para lembrar do irmão que você conhecia.

Olho ao redor, analiso o local melhor.

Ralf_do_agreste: 3D10 => [ 5 +5 +1 ] = 11

- Vamos procurar por água primeiro. Quem tiver cantil, ou qualquer coisa que dê pra armazenar água, já prepare para carregar.

Tento achar a fonte de água do tal oasis.



Oi, meu nome é isaac

"Kurayami nara kocchi no mon da"
"A escuridão é minha vantagem"
Zatoichi
avatar
isaac-sky
Guarda Real

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 24
Localização : Entre Nárnia e a Terra Média
Emprego/lazer : Dominar o mundo/ RPG/ SKA

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ninja

http://www.skyisaac.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por ritter em Sex Set 05, 2014 12:02 am

- Partilho de seus sentimentos Taiwo, perder entes queridos é de uma sensação... Indescritível. - Na pausa, olho para Mordekaisen, de forma acusadora.

Começo a matutar algumas ideias em minha cabeça, olhando para os lados. Ao ouvir a frase de Ralf, começo a procurar por água. Vendo que ele havia errado a direção, digo:

- Não se afobe, irmão. Mesmo com sede, devemos pensar com clareza antes de fazer algo. A água fica nessa direção. - Aponto com o focinho - Acho bom irmos logo, não queremos que os danos sejam mais graves. Homem raposa, consegue andar? - Digo, enquanto começo a andar em direção ao local que apontei.

Teste:
Pettri: 4D10 => [ 6 +6 +5 +8 ] = 25


" A juventude envelhece, a imaturidade é superada, a ignorância pode ser educada, a embriaguez passa... porém, a estupidez é eterna, Pettri."  Mordekaisen



avatar
ritter
Iniciante

Data de inscrição : 23/06/2014
Idade : 24
Localização : Brasil, São Paulo

O que sou
Raça: Humano
Classe: Plebeu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por isaias_tsuiwa em Sex Set 05, 2014 1:46 am

*Ainda apoiada em Hawk, dou um sorriso para ele como forma de agradecimento e me levanto vagarosamente e me recordo rapidamente de minha adolescência, onde vivi volta e meia viajava com meu pai e passava dias e dias no deserto, estudando e buscando mais conhecimentos sobre as artes ocultas*

*Respiro fundo e olho ao redor, andando bem devagar a fim de localizar alguma fonte de água(seja em um lago, ou em um cactus) ou comida(árvores, plantas)*

Teste:
Kelsey_Ciaran_Melhor_Chocolate_do_Mundo: 4D10 => [ 8 +9 +8 +3 ] = 28
Porque não tiro esses números em uma batalha =P >.<
avatar
isaias_tsuiwa
Iniciante

Data de inscrição : 26/10/2011
Idade : 26
Localização : São ViSELVA - SP
Emprego/lazer : Aspirante a Produtor Multimidia

O que sou
Raça: Orc
Classe: Samurai

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por arcanjosna em Sex Set 05, 2014 5:17 am

Sigo com kelsey enqianti ela tem uma súbita vontade de procurar... nos apoiamos um no outro, dado o cansaço e a perda de sangue dela e minha fratura... o sol era excruciante pdara um inglês co.o eu e a temperatura começara a fazer o brinco incomodar minha orelha...


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 28
Localização : Jaboatão-PE... e eu achava paulista atrasado, ó kkk
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por Yoru em Sex Set 05, 2014 7:40 am

Off: só vou postar o teste para adiantar. Uma interpretação devida vem mais tarde

Vincent: repeat 6 1D10 => 3 ; 2 ; 7 ; 5 ; 1 ; 9

(Oi, Falha Crítica! Que bom que continua aqui comigo ^~^)
avatar
Yoru
Iniciante

Data de inscrição : 05/05/2012
Idade : 24
Localização : São Vicente
Emprego/lazer : Programador de Sistemas/Aspirações: Literatura, Arte e Games

O que sou
Raça: Humano
Classe: Ladino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por Stein em Sex Set 05, 2014 3:42 pm

- Não acho que seja realmente possível viajarmos pela Umbra neste lugar...algo me diz que esse deserto possui uma forte distorção das linhas, em especial próximo à pirâmide - digo ao grupo. - Vamos investigar a pirâmide, sinto sede e fome, e ambas não são menores que minha curiosidade.
Me adianto, indo em direção à pirâmide, sabendo que estar exposto ao sol pode nos matar em poucos minutos.

OFF: Jeff, só é falha crítica quando nenhum dos seus resultados passa no teste e você fica com um "1" sobrando ;3



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 28
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por Aleleeh em Sex Set 05, 2014 5:08 pm

África e a Matilha - Um novo dia:

Kelsey, Pettri e Vincent observam por alguns segundos o cenário que estavam. A água mais próxima parecia ser a do lago brilhante em volta da Pirâmide. A distância era de, aproximadamente, 25 metros até lá e o sol parecia ainda mais alto e maior no céu.
Scar toma a frente junto dos três, caminhando mantendo a certeza de que ficar mais um minuto que fosse parado debaixo do sol os mataria gradativamente.
O calor começa a causar muito incômodo principalmente para os humanóides e para quem estava com poucos panos.

Hawk sente o brinco coçar e as patas escorregarem vez por outra na areia. "Sem firmeza" no andar.
Darún, Taiwo e Mordekaisen seguem na direção da Pirâmide, concordando e tentando andar com certa cautela, apesar da pressa de afundar o rosto em água límpida.
Chermont segue andando nas quatro patas para ganhar velocidade e não escorregar tanto na areia, usando a cauda para manter o equilíbrio estonteante de um rato.

A caminhada se inicia e quem ditava o ritmo era Kelsey. Nem muito rápido e nem muito devagar. As pegadas que faziam no solo logo desapareciam, como se o deserto estivesse se divertindo com a dor de vocês.



Não haviam plantas nem cactos próximos: apenas areia.
O único lugar que parecia ter vida era ali, o que parecia um oásis intocado no meio do Saara. Costumava ser o Caern da Pirâmide da Lua mas, agora, vocês não tinham tanta certeza.

[...]

Vocês andam à razão de dois metros por minuto até chegar próximos do lago.
Podiam ver árvores não muito altas mas com frutos: acácias em arbustos e tâmaras em palmeiras.
A água cristalina do lago circundavam a enorme Pirâmide que possuía a mesma majestosidade. A diferença da qual vocês ainda não haviam se atentado era que a pirâmide, na noite anterior, era apenas uma meia-pirâmide e havia se tornado uma durante o ritual. Após o ritual, ela se esvanecia em metade e o ciclo continuava.
Ela estava interiça, altiva, robusta. Uma verdadeira fortaleza e obra da arquitetura perdida no meio do Saara. E perdida no tempo.

Vocês podem suprir suas necessidades no lago e com as frutas. Ainda há plantas baixar com uma espécie de seiva que pode ser sugada e até as folhas podem ser mastigadas. Para saber se existe vida dentro do lago, podem rolar Percepção + Sobrevivência.

Se não conseguirem se alimentar, vão perder 1 de gnose e ficam automaticamente machucados (vitalidade).


"Dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários." C. S. Lewis






Audrey / Elizabeth / Liesel /
Chamado
Aly
avatar
Aleleeh
Iniciante

Data de inscrição : 22/12/2012
Idade : 22
Localização : São Paulo - Caern de Sampa
Emprego/lazer : Pseudo-artista

O que sou
Raça: Humana
Classe: Bruxa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A luta por Gaia - África

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 19 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 12 ... 19  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum