Rayman Origins: Um tapinha não dói

Ir em baixo

Rayman Origins: Um tapinha não dói

Mensagem por Stein em Qua Jan 16, 2013 7:45 am

Desenvolvido em 2011 pela empresa Ubisoft, Rayman Origins é um jogo de plataforma em duas dimensões, definitivamente, surpreendente. Em meio a onda de shooters que dominam o mercado atual, o game resgata o estilo dos jogos de aventura da década de 90, trazendo muito humor e uma arte belíssima, dirigida por Michel Ancel (o mesmo da série Raving Rabbids, também ligada a Rayman).


A história maluca começa quando Rayman e seus amigos estão tirando um cochilo na Clareira dos Sonhos, e o ronco perturba uma velha moradora da Livid Dead. É claro que isso seria motivo suficiente para que ela enviasse criaturas diabólicas para prender nosso grupo de heróis. A partir disso, Rayman precisa escapar de seus captores, recolher os lums (pequenas criaturas amarelas que flutuam pelo cenário ou ficam escondidas em locais secretos) e resgatar os Electoons, capazes de salvar a Clareira dos Sonhos.


Recheado de cor e musicalidade, Rayman Origins é um game que brilha aos olhos e encanta aos ouvidos. A jogabilidade fluída e descomplicada possui uma curva de aprendizagem na velocidade certa: conforme você avança na história e consegue resgatar as Fadas, seu personagem recebe novas habilidades para enfrentar os desafios pelo cenário, que mudam de temática constantemente, variando entre mares, florestas, desertos, geleiras e cozinhas mexicanas infernais (por que não?).


Infelizmente, o games não possui um modo cooperativo online, mas possibilita (nas versões para console) que até quatro jogadores encarem os desafios em modo multiplayer local, o que é, sem dúvida, uma das melhores experiências na jogatina, já que os personagens podem, literalmente, espancar os próprios aliados, gerando situações inusitadas e muito divertidas, garantindo boas gargalhadas.


Considerado pela crítica como um dos melhores jogos de plataforma de todos os tempos, Rayman Origins não possui apenas gráficos e uma trilha sonora espetacular, mas um nível de desafio surpreendente, o que em partes também relembra os jogos clássicos do mesmo gênero. Existe uma fase bônus para cada um dos "mundos" onde o jogador se aventura, e cada uma delas lhe dará um Ruby Teeth: dentes perdidos de um ceifador que lhe abrirá passagem para a fase mais difícil do game (muito mais desafiadora que a própria fase final).


Disponível para PC, Xbox360, PS3, Wii, 3DS, PSVita, Android e IOs (esses últimos dois sendo baseados no Origins, usando a mesma framework engine, mas com o título de Jungle Run), Rayman Origins é um jogo criativo produzido com maestria, provando que é possível criar jogos espetaculares em 2D. Em suma, uma obra de arte em duas dimensões.




A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 27
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rayman Origins: Um tapinha não dói

Mensagem por arcanjosna em Qua Jan 16, 2013 4:35 pm

gostei, gostei ainda mais de saber que tem pra android xisde


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 28
Localização : Jaboatão-PE... e eu achava paulista atrasado, ó kkk
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rayman Origins: Um tapinha não dói

Mensagem por Stein em Qui Jan 17, 2013 4:32 pm

E é muito bonita viu (eu mesmo já tive a chance de jogar ^^)



A sorte favorece a mente bem preparada


avatar
Stein
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 27
Localização : São Paulo, nas redondezas de Shibusen
Emprego/lazer : Programador de Sistemas e alquimista insanamente louco nas horas vagas

O que sou
Raça: Humano
Classe: Alquimista

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rayman Origins: Um tapinha não dói

Mensagem por arcanjosna em Qui Jan 17, 2013 6:02 pm

é quantas dilmas o preço dele?


´Os grandes pensadores nunca têm certeza do que dizem. Eu acho...´

avatar
arcanjosna
Guarda Real

Data de inscrição : 22/10/2011
Idade : 28
Localização : Jaboatão-PE... e eu achava paulista atrasado, ó kkk
Emprego/lazer : carteiro FORMADO

O que sou
Raça: Humano
Classe: Shinigami

http://www.cmfreak.net/forum/index.php?showuser=6533

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rayman Origins: Um tapinha não dói

Mensagem por lgsscout em Qui Jan 17, 2013 6:18 pm

7, 33





Quadra já foi... agora é rumo ao Penta

avatar
lgsscout
Alquimista

Data de inscrição : 21/10/2011
Idade : 28
Localização : Stormreach - Xen'drik

O que sou
Raça: Humano
Classe: Mago

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rayman Origins: Um tapinha não dói

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum