A Garota que possuía a Morte - Parte 1

Ir em baixo

A Garota que possuía a Morte - Parte 1

Mensagem por Emika em Sex Jun 01, 2012 4:26 pm

Um jovem garoto que se Erik Kayoto, era uma pessoa normal até conhecer a morte, uma garota que não da pra imaginar que é a morte, os dois estão em buscar da morte dela, pois um cara que não sabem quem é roubou isso dela.
***
O garoto acordava em um mundo estranho aonde nunca tinha indo e nem visto, ele olhava para os lados e encontrou uma jovem garota de cabelos pretos e longos, de vestido preto, ele se aproximava da garota.
- Quem é você? – Disse ele.
- Sou a morte... – Disse ela.
- O que?! – Perguntou ele um pouco desconfiado.
- Você salvará Deus... – Respondeu ela.
- Deus? – Disse desconfiando de tudo.
- Ele irá morrer – Ela se aproximava mais dele. – Sei que não está acreditando...Vejo nos seus olhos. – Ela o tocava no rosto delicadamente. – Mas é a verdade.
- Mas se ele morrer seria você que iria matá-lo não é?– Perguntou ele um pouco vermelho.
- Poderia, mas dominaram a minha posição...
- Como lhe devo chamar? Porque de morte ficaria estranho para mim.
- Não sei, todo esse tempo me chamaram de morte. – Disse ela já caminhando pela estrada.
- Bem... Não sou muito bom de escolhe nomes, então... Que tal Mia? É legal. – Ele andava.
Ela não respondeu nada, só mexeu a cabeça como uma forma de “sim”.
- Então onde estamos? – Perguntou.
- Na terra dos Mortos. – Disse ela sendo acompanhada por ele.
- Quem pegou sua posição de morte?
- Foi um homem, ele tem raiva das criações que Deus criou.
- Porque você não fica feliz, acho que ninguém gostaria de ser a morte.
- Poderia, recebi o poder da morte com apenas cinco anos, foi meio traumatizante! – Escapulia alguns risos de Mia.
- Mas morte não é só uma? – Erik perguntava curioso.
- Meu pai era a morte da Terra onde você vive, e minha mãe era desta Terra, quando recebi a morte, fiquei com os dois Mundos, foi horrível no começo, não tinha gostado, mas tinha que me acostumar.
- Então porque não deixam ficar com o seu poder?
- Porque se matar Deus, além de me matar, seu e o meu mundo morreram.
- Bem... Tenho uma enorme responsabilidade nas mãos. – Disse um pouco animado. – Geralmente é nessas horas que recebemos espadas ou poderes não é? Nossa! To vendo muito desenho! – Ele ria.
- Restou pouco poder pra mim, lhe darei uma espada, se atacarem e se o homem que roubou meus poderes soube que eu estou com uma parte importante que é a morta de Deus ele nos perseguirá.
- Perae Deus tem uma morte? – Perguntei curioso. – Pensei que Deus já estava morto.
- Ele não esta morto não! – Ela ficava rindo. Deus e o Diabo não é como ninguém, eles são os meus melhores amigos, só porque domino a morte e sabem se eu ficar com raiva deles eu os mato! – Ela ficava rindo.
- Então você tem algum amigo além dos dois?
- Eu tenho sim, o Michael Jackson, o Nero era aquele psicopata adorado, o Zeus, o Poisedon, Afrodite e outros. Espero conhecer a Madonna ela nunca morrer!- Ela ria, enquanto Erik a observava.
- Você rir muito?
- Não! – Disse ela dando uma resposta direta. – Geralmente quando vêm pessoas novas, eu conto isso a elas, mas ultimamente as pessoas que estão vindo são velhas. Eu só tenho apenas 16 anos, uma vez veio um garotinho de 5 anos, eu cuidei dele, e depois veio a mãe dele, ela tinha se matado por causa do filho,ai ele foi pra ela. E desde então não aparecer muito mais as pessoas, quando descobriram o petróleo ficou difícil a situação, as pessoas viveram muito, só morriam com 60 ou 80 anos.
- Nossa! Você é desde o ano em que descobriram o petróleo?
- Não! Quem contava isso era o meu pai e minha mãe.
- Seus pais já morreram?
- Sim, quando recebi a morte. – Ela abaixava a cabeça. – Apesar de ter levados eles, ainda sinto falta, comecei a pegar mortes com números grandes. Talvez você saiba do acontecimento das torres gêmeas não é?
- Sim! Centenas de pessoas morreram. – Ele respondeu a ela.
- Bom, fui eu! – Ela deu um sorriso pra disfarça a tristeza.
- Não precisa fazer isso, porque não passe a morte pra outro?
- É possível, mas eu ainda não encontrei meus herdeiros.
- Bem, talvez durante a nossa viajem em busca da sua morte de volta, achemos um herdeiro para possui – lá. – Ele dava um sorriso simpaticamente.
avatar
Emika
Aldeão

Data de inscrição : 29/05/2012
Idade : 20
Localização : Macapá

O que sou
Raça: Humano
Classe: Arqueiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum